Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Seminário no Maranhão debate adesão dos municípios ao Sisan

Notícias

Seminário no Maranhão debate adesão dos municípios ao Sisan

O evento reuniu aproximadamente 80 representantes de municípios pertencentes à regional de Codó
publicado  em 25/07/2016 17h59
Foto: Divulgação Seminário sobre adesão dos municípios ao Sisan aconteceu em Codó.

Seminário sobre adesão dos municípios ao Sisan aconteceu em Codó.

Uma política de segurança alimentar cada vez mais forte e consolidada como ferramenta de desenvolvimento social no Estado. Com esse objetivo, foi realizado nesta quinta-feira (21), em Codó, o “Seminário Regional: Fortalecimento do Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional”. O evento reuniu aproximadamente 80 representantes de municípios pertencentes à regional de Codó.

Realizado pelo Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) e pela Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar Nutricional (Caisan), o seminário abordou temas como ‘O papel do Consea e a importância do controle Social’ e o ‘Passo a passo para adesão dos municípios ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan)’, sistema público que reúne diversos setores de governo e da sociedade civil, com o propósito de promover o direito humano à alimentação adequada.

O secretário adjunto de Assistência Social de Matões do Norte, Augusto Rocha, comentou sobre a excelência do conteúdo apresentado no encontro. “Eu e minha equipe iremos retornar ao município com conteúdos fundamentais para multiplicar com os demais conselheiros e, assim, poderemos de fato termos êxito em nosso trabalho”.

Segundo o secretário estadual do Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, que também é presidente da Caisan, seminários como estes promovem e estimulam o engajamento de todos na busca pela efetivação e consolidação das políticas de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) no Estado.

“O aprimoramento das pessoas que trabalham nesse segmento e o controle social são de extrema importância para o fortalecimento da política de SAN em nosso Estado. Portanto, faz-se cada vez mais necessários termos conselhos fortes e colaboradores cientes do papel que precisam empreender para contribuir com a construção da nossa política na segurança alimentar”, afirmou Neto Evangelista.

Ainda conforme o secretário, o Estado já avançou significativamente na área, adotando ações efetivas de combate à insegurança alimentar e visando à redução dos índices negativos no setor.

Evangelista destacou como ação estratégica inserida na política se segurança alimentar do estado, a criação de 11 restaurantes populares e a perspectiva de implantação de mais 30 cozinhas comunitárias nos municípios maranhenses de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Uma cozinha comunitária já funciona plenamente em São Luís, no bairro Bequimão.

Antônio de Pádua Santos, presidente do Comsea de Peritoró, falou da importância da abordagem de conhecimentos sobre o que é o Sisan e sobre os mecanismos de implantação desse sistema. “Muitos não conhecem ainda e não sabem da importância dessa política. Já lutamos muito para que alguns benefícios chegassem, e já estão chegando como é o caso dos kits de agricultura familiar que Peritoró recebeu. Essa é uma conquista também da sociedade civil que será a maior beneficiada com essas ações”, explicou o conselheiro municipal.

A Caisan, um dos órgãos coordenadores do Seminário, tem como finalidade promover a articulação e a integração dos órgãos e entidades da administração pública estadual, ligados à área de segurança alimentar e nutricional; além de elaborar, monitorar e avaliar, de forma integrada, a destinação e aplicação de recursos em ações ou programas de interesse da segurança alimentar e nutricional.

Já o Consea é um órgão colegiado de caráter deliberativo, para assessoramento ao prefeito, composto por 2/3 de membros da sociedade, e 1/3 do poder público, tendo como objetivo propor, deliberar sobre programas, projetos, ações e políticas de SAN. O próximo Seminário Regional de mesmo tema será realizado aos municípios pertencentes à regional de Viana, no dia 11 de agosto.

Fonte:
Governo do Maranhão

registrado em: