Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Modelo de gestão do Banco de Alimentos da PMJP é referência para o serviço no país

Notícias

Modelo de gestão do Banco de Alimentos da PMJP é referência para o serviço no país

A experiência da Capital paraibana foi uma das 12 selecionadas pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS)
publicado  em 14/04/2016 14h02

O modelo de gestão do Banco de Alimentos da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) vai virar referência para o serviço em todo o Brasil. A experiência da Capital paraibana foi uma das 12 selecionadas pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) para exposição na I Mostra Nacional de Experiências de Bancos de Alimentos.

O evento acontece nos dias 5 e 6 de maio, em Brasília, e vai reunir gestores de bancos de alimentos de todo o país, incluindo aqueles mantidos por gestões públicas, privadas e filantrópicas. A ideia é permitir a aproximação entre os gestores, podendo compartilhar as experiências administrativas e, dessa forma, melhorar a atuação do serviço de forma unificada.

Para isso, o MDS recebeu, via edital, experiências de gestão vindas de bancos de alimentos de todas as regiões do Brasil. Os dez exemplos de destaque seriam escolhidos para uma exposição oral no evento, mas a organização escolheu 12 devido a casos de empate na avaliação. Além desses, outros 100 casos foram selecionados para serem apresentados por meio de banners.

O caso do Banco de Alimentos da PMJP, que atende atualmente mais de 54 mil pessoas, foi inscrito em um trabalho elaborado em parceria entre a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social (Sedes) – por meio da Diretoria de Economia Solidária e Segurança Alimentar (Dessan) – e pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por meio do Departamento de Tecnologia de Alimentos.

“Nosso trabalho explica o nosso modelo gestão mostrando todo o seu funcionamento em termos de logística, organização e distribuição. Ficamos felizes em ter este destaque diante de trabalhos de todo o país e em poder compartilhar isso com todos”, declarou a coordenadora do Banco de Alimentos Municipal, Mariângela Pinto.

O serviço – A distribuição feita pelo Banco de Alimentos acontece por meio de organizações, que incluem associações de moradores, entidades religiosas, entidades filantrópicas, ONGs, hospitais, asilos e creches. Ao todo, 109 organizações civis possuem cadastro para participar do serviço.

Na sede do Banco circulam diariamente cerca de cinco toneladas de alimentos. Eles são adquiridos por meio do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA) da PMJP e da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), por onde são adquiridas frutas, verduras, raízes e hortaliças. Outras fontes são a cadeia de desperdício e as arrecadações de alimentos feitas por meio de ações solidárias, por onde são angariados alimentos não perecíveis.

“O recebimento de doações é muito importante para nós porque nos ajuda a garantir a manutenção do serviço e a continuação da garantia, à quem mais precisa, desse direito fundamental que é a alimentação”, ressaltou. Mariângela. Quem quiser fazer doações ou conhecer mais sobre o serviço pode entrar em contato por meio do telefone (83) 3214-5496, ou visitar o local, que fica na Rua Valdemir Galdino Naziazeno, 333, no Geisel.

Segurança alimentar – Além do Banco de Alimentos, a política de segurança alimentar da PMJP, ainda conta com cinco cozinhas comunitárias e dois restaurantes populares, que juntos servem 3.400 refeições diárias. Os pratos são elaborados com acompanhamento nutricional e são fornecidos gratuitamente, no caso das cozinhas, e pelo preço simbólico de R$ 1, nos restaurantes.

Por meio do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), a PMJP ainda beneficia diretamente famílias atendidas pelos 11 Centros de Referência em Assistência Social (Cras) e pelos 10 Centros de Referência Comunitários (CRCs).

Fonte:
Prefeitura de João Pessoa (PB)

registrado em: