Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Consea-SP articula ações nas regionais de Bauru, Sorocaba, Marília, São José do Rio Preto e Araçatuba

Notícias

Consea-SP articula ações nas regionais de Bauru, Sorocaba, Marília, São José do Rio Preto e Araçatuba

As reuniões das Comissões Regionais de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CRSANS) de Bauru, Sorocaba, Marília, São José do Rio Preto e Araçatuba, com cronograma estabelecido pelo Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea-SP) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, marcou a retomada das atividades das comissões no ano de 2016
publicado  em 06/06/2016 10h10

As reuniões das Comissões Regionais de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CRSANS) de Bauru, Sorocaba, Marília, São José do Rio Preto e Araçatuba, com cronograma estabelecido pelo Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea-SP) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, marcou a retomada das atividades das comissões no ano de 2016, tendo em vista que, das 16 regionais, 12 já realizaram suas reuniões ordinárias, são elas: Araçatuba, Baixada Santista, Barretos, Bauru, Central (São Carlos), Franca, Grande São Paulo, Marília, Sorocaba, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e São José dos Campos. As demais regiões: São Paulo-Capital, Campinas, Presidente Prudente e Registro, realizarão reuniões entre o final de maio e a primeira quinzena de junho.

Foram definidas, nas reuniões regionais, a aprovação de regimento interno e o calendário do exercício 2016, além de estabelecerem tema com apelo regional para a realização de seminários, bem como oficinas de capacitação.

Na análise do secretário executivo, Jose Valverde Machado, “o Consea-SP, que tem função precípua de assessorar o governador Geraldo Alckmin na concepção e implementação de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável tem seguido as orientações de Arnaldo Jardim, secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, priorizando em seu planejamento para o primeiro semestre desse ano, ações integradas que visam intensificar a atuação das regionais, mobilizando os municípios e a Sociedade Civil, buscando incrementar a pauta da Segurança Alimentar junto a Sociedade”.

Bauru

O encontro, no Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR), foi coordenado por Geraldo Correia, conselheiro titular no Consea-SP e coordenador da regional, contou com as presenças de José Valverde, Rudinéia Carla Augusto, diretora técnica do Consea-SP e representantes do Conselho Municipal de Segurança Alimentar de Bauru, da Secretaria de Assistência Social de Iacanga e dos munícipios Arealva, Iacanga, Lins, Pederneiras.

Para o próximo encontro, previsto para ser realizado em julho, ficou definida a realização de um Seminário Regional que discutirá Compras Públicas da Agricultura Familiar. Em Bauru, foram definidos os 2 indicados para o curso de especialização, que são: Flávia Joqueti, de Arealva, e Lucimar Cristiani Silvestrini, de Iacanga.

Também compareceram ao evento: Adriana Puttini, Elidi Consolmagno, Flávia Joqueti, William Fernandes, Conceição Aparecida Otero, Marco Aurélio Parolin Beraldo e Julia Buchmann. A próxima reunião da CRSANS está prevista para ocorrer em 13 de julho.

Sorocaba

Realizado no Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba, o encontro da Comissão  Regional de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CRSANS), foi coordenado por Sérgio Antônio Nery, conselheiro titular no Consea-SP e coordenador da regional e contou com a presença de José Valverde Machado e Rudinéia Carla Augusto, respectivamente secretário executivo e diretora técnica do Consea-SP; Edevando Moraes Ruas, da Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp); Amanda Calegari, presidente do Consea Municipal de ITU e Anne Louise Barros, da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp) de Botucatu.

Na análise do conselheiro titular da CRSANS, “o envolvimento dos 79 municípios, ou pelo menos a maioria deles, trabalhando com agricultores e entidades na questão de segurança alimentar, será crucial para a formação dos Conselhos Municipais de Segurança Alimentar e Nutricional”.

O conselheiro suplente, Bruno Franques, falou sobre a mobilização dos municípios nos trabalhos da Comissão: “entendemos que é muito importante a participação dos municípios e que a CRSANS já programou a organização de sub-regionais entre esses 79 munícipios, além de uma série de eventos, oficina, seminário para este ano. Acredita que a partir dessa mobilização irão conseguir ter uma incidência maior, mais efetiva da CRSANS”.

Foram definidos os 2 indicados para o curso de Especialização em Segurança Alimentar: Bruno Franques e Meire Elen Pereira Rodrigues. Para o próximo encontro, no mês de agosto, foi definido a realização de um Seminário Regional que irá discutir Compras Institucionais.

Marília

Em Marília, no Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR), o encontro da Comissão Regional de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CRSANS), foi coordenado por Hélio Cezar Villani, conselheiro titular no Consea/SP e coordenador da regional e contou com a José Valverde Machado e Rudinéia Carla Augusto, respectivamente secretário executivo e diretora técnica do Consea-SP; do vice-prefeito de Marília, Sérgio Lopes Sobrinho; representantes do Conselho Municipal de Segurança Alimentar de Marília e da Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatec) de Marília.

Foram definidos os 2 indicados para o curso de Especialização em Segurança Alimentar: Andréa Casagrande e Hélio César Villani, ambos de Marília.

Para o próximo encontro foi definido a realização de um Seminário Regional que irá discutir Compras Públicas da Agricultura Familiar. Data a confirmar. A próxima reunião da comissão regional está prevista para ocorrer em 14 de julho próximo na EDR de Marília.

Também estiveram presentes: Laceli Aparecida da Ponce Ferreira Silva, Cláudio Hogime, Flávio Wirgues, José Eduardo Vicentini Jorente, Sueli Rodrigues Paes, Cláudia Cristina Teixeira Nicolau, Vanderlei Aparecido Rocha, Carolina Ferracini Gennari, Mara Silva Marconato, Rita Magnani, Olavo Valu, Carlos Marzola Rocha, Debora Maria Bottom Segundo, Sérgio Aparecido Batista e Aparecido Roberto dos Santos.

São José do Rio Preto

A 1ª reunião da Comissão Regional de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CRSANS) de São José do Rio Preto ocorreu na Escola Técnica Estadual (Etec), “Padre José Nunes Dias”, no município de Monte Aprazível. Coordenada por Silvio Fachini, conselheiro Titular no Consea-SP, contou com a presença de Marcelo Cunha, diretor do Consea-SP e de representantes dos municípios de Fernandópolis e São José do Rio Preto.

O secretário de Agricultura do município de Fernandópolis, Victor Baptista Moita, presente à reunião, detalhou todo o processo que permitiu que seu município atingisse o índice de 67% dos recursos provenientes do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) são utilizados para a compra de produtos adquiridos da Agricultura Familiar. Isabela Bologna Campell e. Neidison Carneiro Colombiano, membros dessa CRSANS, também estiveram presentes à reunião.

A próxima reunião está prevista para ocorrer no dia 28 de julho em local a ser definido.

Araçatuba

Realizada no Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR) de Araçatuba, o encontro da Comissão Regional de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CRSANS), foi coordenado por Aderbal Neves, conselheiro titular no Consea-SP e coordenador da regional, contou com a presença de Marcelo Cunha, diretor do Consea-SP, de Cláudio Baptistella, diretor do EDR e de representantes dos municípios de Araçatuba, Andradina, Birigui, Braúna, Coroados e Penápolis.

Analisando as propostas advindas da Conferência Regional de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável, realizada em 2015, os membros da CRSANS e convidados decidiram fazer um levantamento de dados e legislação sobre a proposta que se refere ao aprimoramento da regulamentação e fiscalização das normas técnicas de pulverizações aéreas.

Também estiveram presentes: Elvino Rodrigues da Silva Neto; Humberto Donizete Gomes; Sonia Maria Athaydes Vieira Carmona; José Celso Sanches Júnior; Rosivaldo de Paula; Claudia Rodrigues Carmona Slavez; Adivaldo Velhan More; Mario Antônio Dossi; Geraldo Jose da Silva; Joel Lourenço; Maria Cecilia Teodoro; Silvia Antoniali do Carmo; Luiz Carlos Sozza e Jefferson Rabal.

A próxima reunião desta CRSANS está prevista para o dia 27 de julho, no município de Coroados, em São Paulo.

Ações Integradas

Além das agendas específicas de cada regional, foi definido o planejamento de ações e estratégias de mobilização para a realização da Oficina Regional visando o fortalecimento do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN), em nível municipal.

As Oficinas em parceria com a Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp) nas regionais de São José do Rio Preto, Araçatuba, Bauru e Marilia estão previstas para o mês de novembro.

Outro ponto discutido nas Comissões Regionais foi a definição de estratégias para a realização de diagnósticos sobre a existência e a atual condição de funcionamento das estruturas e políticas de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) nos municípios que compõem as referidas regionais, no intuito de acompanhar e identificar as necessidades de ajustes, aprimoramentos nas estruturas de SAN de forma pontual em cada município.

José Valverde informou, nas regionais de Bauru e Marília, que a Secretaria de Agricultura, por meio dos sites da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro) e do Instituto de Cooperativismo e Associativismo (ICA), realiza trabalho de divulgação e fomento das Compras Públicas da Agricultura Familiar, trabalho visando facilitar o acesso dos agricultores familiares aos programas Paulista da Agricultura de Interesse Social (PPAIS) e Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Comentou que o Consea-SP, por meio dos conselheiros, no âmbito de suas Comissões Regionais, darão o apoio na divulgação das chamadas públicas abertas em sua região, afirmou que este trabalho contará com a atuação efetiva dos conselheiros.

Ressaltou ainda as diversas ações, programas e projetos desenvolvidos pelos institutos e departamentos que compõem a Secretaria de Agricultura, que possuem interface com a Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável dentre os quais o Centro de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CESANS); Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP); Bom Preço do Agricultor e Hortalimento.

Fonte: Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

registrado em: