Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Agricultura familiar abastece restaurante universitário em Santa Maria (RS)

Notícias

Agricultura familiar abastece restaurante universitário em Santa Maria (RS)

UFSM vai comprar mais de 230 toneladas de alimentos para servir nas 10 mil refeições diárias consumidas pelos estudantes
publicado  em 07/04/2016 15h35
Foto: Divulgação/UFSM

Brasília – A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) está com chamada pública aberta para a compra de alimentos da agricultura familiar.  Até o próximo dia 26, agricultores de cooperativas e associações podem participar da seleção, que vai adquirir mais de 230 toneladas de alimentos até o final do ano.

A compra será feita por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Os alimentos – grãos, hortaliças, frutas, verduras e legumes – vão ser servidos em três restaurantes universitários da instituição de ensino. Por dia, em média, são ofertadas cerca de 10 mil refeições, nos turnos da manhã, tarde e noite. O investimento previsto para a compra é de R$ 940 mil.

Os interessados devem apresentar a documentação para habilitação e proposta de venda na Comissão de Licitações, localizada no sexto andar do Prédio da Administração Central, no Campus Universitário, em Santa Maria (RS). Podem participar da chamada pública, organizações e associações de agricultores familiares, de povos tradicionais e de famílias vinculadas a assentamentos da reforma agrária que possuam Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). A entrega dos alimentos nos restaurantes já começa em maio.

A UFSM é uma das pioneiras na modalidade de Compra Institucional do PAA. Desde 2013, a instituição adquire produtos da agricultura familiar para compor as refeições nos restaurantes universitários. Segundo a nutricionista da universidade, Ana Paula Kretznann, “colaboramos com a agricultura familiar com a vantagem de manter a qualidade dos produtos oferecidos aos alunos”.

Desde o começo deste ano, todos os órgãos e entidades da administração pública federal devem comprar ao menos 30% dos alimentos de agricultores familiares e suas organizações. O decreto foi assinado em junho de 2015 pela presidenta Dilma Rousseff. “Esta ação fortalece a economia local e faz com que os agricultores familiares se adequem à demanda e conquistem este mercado. Além disso, os órgãos, pela proximidade com o fornecedor, se beneficiam porque consomem alimentos mais frescos e de melhor qualidade”, afirma o diretor de Apoio à Aquisição e à Comercialização da Produção Familiar do MDS, André Grossi Machado.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa

registrado em: