Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2018 > Novembro > Agricultores familiares ganham autonomia com Programa Fomento Rural

Notícias

Agricultores familiares ganham autonomia com Programa Fomento Rural

INCENTIVO

Por meio da iniciativa, morador de zona rural no Pará conseguiu prosperar com a criação de animais
publicado  em 13/11/2018 17h42
Exibir carrossel de imagens Foto: Clarice Castro/MDS

Benevides - Viver do próprio trabalho e proporcionar dias melhores para a família sempre foi o desejo do agricultor familiar Raimundo Nonato de Souza, de 46 anos. No entanto, morando na zona rural de Benevides (PA), nunca conseguiu prosperar com a criação de animais. Para sobreviver, além do benefício de R$ 240 que ele e a esposa recebem do Bolsa Família, Raimundo fazia diárias em outras propriedades. No fim de 2017, o agricultor familiar viu sua vida mudar ao ser incluído no Programa Fomento Rural, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

Com apoio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) do Pará e mais R$ 2,4 mil a fundo perdido, o agricultor construiu um galinheiro onde criou e vendeu mais de 100 aves do tipo Caipirão. O lucro foi utilizado para investir na segunda remessa, com 50% a mais de bichos. O desejo de Raimundo é de crescer ainda mais.

“Na próxima vez, quero adquirir 200 ou 250 filhotes. Ir aumentando e fazer mais outro galpão ao lado. Sobre o dinheiro, estamos contando com ele para progredir, porque antes já vivíamos sem ele. Tem que investir lá dentro do galpão”, explica o agricultor familiar. Como Raimundo, mais de 44 mil famílias foram incluídas produtivamente por meio do Fomento Rural desde 2016. Nestes dois últimos anos, o investimento somou mais de R$ 116 milhões.

Autonomia – Segundo a coordenadora-geral do programa de Fomento Rural, Lara Sampaio, o objetivo é garantir a segurança alimentar e a autonomia das famílias a fim de superar a pobreza e evitar que saiam do campo por falta de oportunidades. “Com esse programa, o governo federal espera que as famílias aumentem a renda e a produção e tenham mais segurança alimentar e nutricional. Ou seja, queremos garantir o acesso a alimentos e a diversidade nutricional para a família.”

Saiba mais: 
A seleção das famílias para participar do Fomento é realizada pelas empresas de assistência técnicas, como Ematers, e outras entidades que atuam no campo para oferecer o serviço de acordo com informações do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

*Por André Luiz Gomes

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505 / 9.9229-6773
www.mds.gov.br/area-de-imprensa

registrado em: