Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2018 > Junho > Grupo hospitalar vai comprar R$ 1,3 milhão em alimentos no Rio Grande do Sul

Notícias

Grupo hospitalar vai comprar R$ 1,3 milhão em alimentos no Rio Grande do Sul

Entre outros itens, serão adquiridos dos agricultores familiares produtos como creme de leite, leite em pó, leite in natura e queijos
publicado  em 14/06/2018 17h01

Brasília - O Grupo Hospitalar Conceição, do Rio Grande do Sul, está com chamada pública aberta para a compra de um R$ 1,3 milhão em produtos da agricultura familiar. É o primeiro processo realizado este ano pela instituição por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Serão adquiridos produtos como creme de leite, leite em pó, leite in natura e queijos. Os itens vão abastecer todos os hospitais do grupo no Estado. Os produtores podem enviar propostas até esta sexta-feira (15).

O diretor Administrativo e Financeiro da instituição, José Ricardo Agliardi Silveira, destaca a qualidade dos produtos entregues pelos agricultores e os benefícios do processo para os hospitais. “É uma forma importante de prestigiar a agricultura familiar e fortalecer a economia local e no Estado, como um todo. Nossa intenção é fortalecer essa aquisição aqui no Grupo Hospitalar Conceição e, até mesmo, ampliar”, comenta.

O agricultor familiar Bruno Helgel Justin produz leite em pó in natura e queijos no município gaúcho de Três Forquilhas e está se preparando para participar da chamada pública. Para o jovem agricultor de 32 anos, esse programa do governo federal é importante porque dá segurança de venda aos produtores regionais, ao mesmo tempo que garante preço justo. “Para nós, é fundamental essa compra pública, porque permite uma organização no campo e dá garantia ao agricultor de que ele vai plantar e colher, fortalecendo também a cooperativa”, afirma.

Segundo o ministro dos Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, o PAA utiliza o poder de compra dos órgãos públicos para garantir renda aos pequenos produtores e fomentar a agricultura familiar, promovendo o desenvolvimento local. “O MDS e o  governo federal têm um grande compromisso com a agricultura familiar no Brasil. A chamada pública é importante porque faz parte das compras institucionais do PAA, permitindo que os agricultores tenham uma vida melhor, maior geração de renda e a colocação dos seus produtos. Isso tudo move a economia local e gera um grande ciclo de desenvolvimento sustentável”, reforça o ministro.  

A legislação determina que órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta comprem ao menos 30% dos produtos da agricultura familiar. Para saber mais sobre as chamadas públicas em todo o país é só acessar o portal www.comprasagriculturafamiliar.gov.br

*Por Roberto Rodrigues

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505 / 99229-6773
www.mds.gov.br/area-de-imprensa

registrado em: