Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Setembro > Participantes de Oficina do Sisan fazem avaliação do encontro em Recife

Notícias

Participantes de Oficina do Sisan fazem avaliação do encontro em Recife

SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL

Nesta quinta e sexta-feira (31/08 e 01/09) Recife (PE) recebeu a Oficina do Sisan para o Nordeste, reunindo cerca de 200 participantes, representando governos e sociedade civil dos nove estados nordestinos.
publicado  em 04/09/2017 16h59

Nesta quinta e sexta-feira (31/08 e 01/09) Recife (PE) recebeu a Oficina do Sisan [Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional] para o Nordeste, reunindo cerca de 200 participantes, representando governos e sociedade civil dos nove estados nordestinos. Para fazer uma avaliação do encontro, ouvimos quatro desses participantes, dois homens, duas mulheres, um de governo e três da sociedade civil, pessoas de quatro estados diferentes.

“Eu avalio esse evento como muito positivo, a reunião de todos esses segmentos é fundamental para a discussão de SAN [segurança alimentar e nutricional]”, avaliou Ayodhya Ramalho, do Instituto Terraviva, que atua no segmento da agroecologia e agricultura familiar sustentável, em Alagoas. “A gente sai daqui com novas ideias, um pouco mais preparados para enfrentar os desafios”, disse ela.

“O encontro tem uma participação bem diversificada, poder público, sociedade civil em diversas esferas, isso é muito bom”, disse José Moacir dos Santos, presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional da Bahia (Consea-BA). “As discussões tiveram bom fluxo, foram interessantes, apesar de uma ou outra [apresentação] se prender muito à própria realidade, mas no geral foi muito interessante, pois [a oficina] instiga, estimula o debate sobre o Sisan”, afirmou ele.

“Essa oficina veio construir, a gente falou de todos os segmentos, as dificuldades, os desafios que a gente tem, mas o que mais me chamou a atenção foi a participação, e os debates foram muito enriquecedores”, disse Ana Lúcia Dantas, nutricionista e integrante do Conselho Municipal e da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional de Jaboatão dos Guararapes (PE). “Se fosse para dar uma nota, eu daria nove ao evento”.

“A oficina foi muito rica, instrutiva, dentro das expectativas do que nós esperávamos das discussões, e um ótimo aprendizado a respeito da alimentação”, afirmou Paulo Tabajara, representante indígena no Conselho Estadual da Paraíba (Consea-PB). “Agora vou passar nas aldeias e repassar tudo isso”, concluiu ele.

A Oficina do Sisan no Nordeste foi a terceira de uma série de cinco encontros regionais. Os dois primeiros ocorreram em São Paulo (SP) e Porto Alegre (RS), envolvendo as regiões Sudeste e Sul, respectivamente. Depois do Nordeste, acontecem oficinas em Manaus (AM), reunindo os estados do Norte, nos dias 14 e 15 de setembro; e em Campo Grande (MS), dias 28 e 29 de setembro, contemplando o Centro-Oeste.

Entre os objetivos das oficinas estão o compartilhamento de experiências de mobilização social e de formulação de políticas públicas em segurança alimentar e nutricional; a promoção e a atualização sobre temas relevantes à consolidação do sistema; a valorização de iniciativas e o estímulo de ações nos estados e municípios.

Os encontros são promovidos pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), por meio da Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sesan), em parceria com a Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS), com apoio da Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan). Nos estados anfitriões, as oficinas são apoiadas pelo Consea e pela Caisan local.

registrado em: