Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Novembro > V Conferência de Segurança Alimentar e Nutricional +2 é realizada em São Luís

Notícias

V Conferência de Segurança Alimentar e Nutricional +2 é realizada em São Luís

SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL

Com o propósito de discutir sobre as ações de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) que vêm sendo executadas em todo o estado, que a Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes) e o Conselho Estadual de Segurança Alimentar (Consea-MA) estão promovendo a V Conferência de Segurança Alimentar e Nutricional +2.
publicado  em 27/11/2017 15h54

Com o propósito de discutir sobre as ações de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) que vêm sendo executadas em todo o estado, que a Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes) e o Conselho Estadual de Segurança Alimentar (Consea-MA) estão promovendo a V Conferência de Segurança Alimentar e Nutricional +2.

O encontro, que iniciou na manhã desta quinta-feira (23), está sendo realizado no Hotel Saint Louis, no bairro São Francisco, e se estenderá até esta sexta (24).

De acordo com a secretaria adjunta de Segurança Alimentar e Nutricional (Sasan) da Sedes, Lourvídia Caldas, os encontros regionais integram o processo que antecede a realização da 5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional +2, que ocorrerá em março de 2018, em Brasília.

“Estamos aqui para discutir sobre as ações desenvolvidas em cada município e aprofundar o nosso compromisso de governo em implementar ações que garantam a segurança alimentar das famílias maranhenses. Além disso, os encontros regionais propiciam a análise da atual conjuntura de cada região e a identificação de situações mais urgentes”, explicou Lourvídia.

A secretária revelou, ainda, que outras etapas da Conferência Regional já foram realizadas nas regiões Tocantina, Médio Mearim e Baixo Parnaíba.

Para a assistente social do município de Fortaleza dos Nogueiras, Nêlma de Oliveira Santos, os encontros regionais criam oportunidades para que os municípios possam conhecer a realidade de outras regiões, o que contribui para a troca de experiências exitosas entre os representantes.

“Já conversei com assistentes sociais de outras cidades e percebi como podemos ajudar um ao outro dividindo informações sobre experiências diárias do nosso trabalho. Tirei dúvidas sobre a execução de ações em Fortaleza dos Nogueiras e, principalmente, pude expor as dificuldades que encontramos quando se trata em prestar os serviços de Assistência Social”, contou Nêlma.

O presidente do Consea-MA, Reinaldo de Avelar destacou que todas as etapas que antecedem a V Conferência +2 são espaços importantes para que os municípios exponham os erros e, principalmente, os acertos quanto à execução da política de segurança alimentar.

“Estamos aqui para ouvir o que os representantes municipais têm a dizer. Esse momento é muito importante para que seja feito um balanço das ações realizadas e apontar os obstáculos encontrados pelo município, que o impediram ou dificultaram a realização de algum plano”, ressaltou o presidente.

Fonte: http://www.ma.gov.br/

registrado em: