Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Novembro > Agricultores têm novas oportunidades para vender para unidades militares

Notícias

Agricultores têm novas oportunidades para vender para unidades militares

AGRICULTURA FAMILIAR

No valor total de R$ 2 milhões, chamadas públicas da Aeronáutica e do Exército são para a Bahia, Rondônia e Roraima
publicado  em 13/11/2017 14h30
Foto: Ana Nascimento/MDS

Brasília – Agricultores familiares da Bahia, Rondônia e Roraima têm novas oportunidades de vender alimentos para a Aeronáutica e o Exército. Três unidades militares estão com chamadas públicas abertas no valor total de R$ 2 milhões. As aquisições serão feitas pela modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). 

Acesse aqui as chamadas

Em Rondônia, a abertura da chamada pública do Grupamento de Apoio de Porto Velho, da  Aeronáutica, já está mobilizando os agricultores. Segundo Vitalina Orneles, que produz frutas, legumes e farinha, as cooperativas da região têm experiência e podem fornecer à unidade militar alimentos frescos. Esta será mais uma compra segura pra nós. Já temos a experiência por trabalhar com o PAA e o Pnae [Programa Nacional de Alimentação Escolar]”.

No total, o Grupamento de Apoio de Porto Velho vai investir R$ 1 milhão na compra de frutas, legumes, queijos, arroz, café, carnes, farinha, feijão, ovos e frangos. O tenente Takehara, assessor da unidade, afirma que o PAA contribui para o desenvolvimento local  e fornece alimentação saudável aos militares.

“Os gêneros alimentícios da agricultura familiar são mais frescos e saudáveis. A compra reduz desperdícios pela rapidez de entrega, contribuindo para o valor nutricional a ser ofertado à tropa”, explicou. O prazo para o envio das propostas e dos documentos de habilitação vai até o dia 21 deste mês.

Na Bahia, o Grupamento de Apoio de Salvador vai comprar frutas, legumes, carnes e café, no valor total de R$ 684 mil. Os interessados têm até o dia 17 deste mês para enviar as propostas de venda.

Já em Roraima, o 6º Batalhão de Engenharia de Construção do Exército vai investir R$ 346 mil na compra de frutas, legumes, ovos, polpas e queijos. As propostas podem ser enviadas até o dia 22 deste mês.

De acordo com a coordenadora-geral de Aquisição e Distribuição de Alimentos do MDS, Hetel Santos, as chamadas abrem oportunidades importantes nos três Estados. O objetivo do ministério, reforçou, é fortalecer os empreendimentos da agricultura familiar e abrir o mercado dos órgãos públicos.

“O governo federal está trabalhando para assegurar o fortalecimento da agricultura familiar. Estas chamadas vão incentivar a economia local, gerar renda e abrir circuitos de comercialização e abastecimento em torno das unidades militares”.

Saiba mais

A atual legislação determina que pelo menos 30% dos alimentos adquiridos para abastecer órgãos públicos venham da agricultura familiar. Todas as chamadas públicas abertas no país estão no Portal Compras da Agricultura Familiar.


Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa

registrado em: