Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Maio > Governo federal investe R$ 367 milhões para garantir acesso à água

Notícias

Governo federal investe R$ 367 milhões para garantir acesso à água

CISTERNAS

Com os investimentos, o governo do presidente Michel Temer reduziu o sofrimento dos brasileiros que convivem com os efeitos da seca
publicado  em 15/05/2017 16h03
Foto: Patrick Grosner/MDSA

Brasília – Em um ano, o governo federal investiu R$ 367 milhões na construção de 59 mil cisternas, açudes e outras tecnologias de armazenamento de água em 15 Estados do Semiárido, da Amazônia e do Sul do país. Com os investimentos, o governo do presidente Michel Temer reduziu o sofrimento dos brasileiros que convivem com os efeitos da seca. As cisternas transformam a vida de milhares de sertanejos. Antes, eles tinham que percorrer, diariamente, quilômetros em busca de água de má qualidade.

Em dezembro do ano passado, o presidente anunciou o maior investimento já feito no Programa Cisternas, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA). No total, serão investidos R$ 755 milhões na construção de 133 mil cisternas, açudes e outras tecnologias de armazenamento de água.

Do total, R$ 250 milhões são recursos repatriados pelo governo federal graças à lei 13.254/2016. Outros R$ 255 milhões são procedentes da reativação de 40 convênios entre o MDSA, os Estados e os municípios. O restante – R$ 250 milhões – é do orçamento 2017.

Serão beneficiadas mais de 1 milhão de pessoas em 759 municípios. Os recursos também vão garantir que todas as escolas públicas rurais do sertão tenham uma cisterna. Até então, era comum a suspensão das aulas por falta d’água. No total, serão construídas 7 mil unidades.

“O Nordeste vive a sua pior seca nos últimos 100 anos. Já vai para o sexto ano sem chuvas. Sensibilizado com isso, o presidente Temer, mesmo com todas as dificuldades financeiras que hoje o país vive, colocou o maior volume de recursos da história para a construção de cisternas no Semiárido. Foram R$ 755 milhões para  construir 130 mil cisternas  e zerar as escolas que não tem cisternas”, destaca o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra.

O Programa Cisternas já entregou, nos últimos 12 meses, 43 mil cisternas para consumo humano, 14 mil tecnologias sociais para produção de alimentos e 1,3 mil cisternas escolares.

Cada cisterna é projetada para suprir necessidades básicas (beber, cozinhar e higiene pessoal) de uma família de até cinco pessoas por oito meses, o período normal de estiagem no Semiárido. O acesso à água de qualidade possibilita que as famílias possam produzir alimentos e criar animais.

Saiba mais
O Programa Cisternas tem como objetivo a promoção do acesso à água para o consumo humano e para a produção de alimentos, o que garante a segurança alimentar e nutricional das famílias mais pobres. A iniciativa é executada pelo MDSA em parceria com os governos estaduais e municipais, consórcios públicos municipais e organizações da sociedade civil.

Informações sobre os programas do MDSA:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa

registrado em: