Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Janeiro > Comer Pra Quê? lança portal sobre alimentação saudável

Notícias

Comer Pra Quê? lança portal sobre alimentação saudável

Segurança Alimentar e Nutricional

Objetivo é aproximar os jovens do tema alimentação saudável
publicado  em 25/01/2017 17h15

Brasília – O movimento Comer Pra Quê? lançou um portal para aproximar os jovens do tema alimentação saudável. A página www.comerpraque.com.br, com diversos conteúdos, é um espaço de conexão entre jovens, educadores, comunicadores e instituições. 

Iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) em parceria com as universidades Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e a Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), o Comer Pra Quê? foi criado para desenvolver estratégias educativas e de mobilização para a juventude. 

Para isso, a equipe responsável pelo projeto viajou para quatro capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre. Em cada cidade, convidou jovens com idades entre 15 e 20 anos, de diversos bairros, para criar grupos de diálogo sobre temas que fazem parte da mobilização.  Os encontros geraram mais de 30 vídeos, filmes de animação, spots de rádio e vídeos protagonizados pelos próprios participantes. Todo o conteúdo está disponível no portal. 

Para a diretora do Departamento de Estruturação e Integração dos Sistemas Públicos Agroalimentares do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Patrícia Gentil, é preciso sensibilizar os jovens e incentivar a reflexão sobre alimentação saudável. Ela ressalta que, no país, 57% da população adulta está na faixa do sobrepeso e 21,3% é considerada obesa. “Estamos propondo uma educação para o consumo, uma reflexão crítica sobre a alimentação adequada”, afirma. 

No portal, estão disponíveis vídeos, notícias, fotos, agenda de eventos e uma biblioteca virtual, composta por livros, publicações, músicas e obras de arte que tenham relação com a comida. 

Segundo a coordenadora do Comer Pra Quê?, Amábela Cordeiro, o desafio do projeto é trazer o tema de forma questionadora, aguçando a curiosidade das novas gerações. O formato encontrado – investir em redes sociais, vídeos e material radiofônico – foi sugerido pelos jovens que participaram das rodas de conversa nas cidades visitadas. 

“Em fevereiro, pretendemos fazer rodas de conversa, com oficinas de estêncil, fotografia, para abordar os temas de projeto”, destaca Amábela, que é nutricionista e professora da UFRJ. Ela acrescenta que, entre abril e maio deste ano, o Comer Pra Quê? voltará a percorrer as cidades visitadas para apresentar o material produzido. 

Para acompanhar o movimento, basta curtir o Comer Pra Quê? nas redes sociais e cadastrar-se no site para receber a newsletter. 

Twitter: https://twitter.com/@comerpraque
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCEYoTXqBiPmuEtvSPRTvIKg
Instagram: https://www.instagram.com/comer.pra.que/
Facebook: https://www.facebook.com.br/ComerPraQue 

 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/saladeimprensa

 

registrado em: