Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Dezembro > Compras institucionais beneficiarão agricultores familiares do Piauí e Rio Grande do Norte

Notícias

Compras institucionais beneficiarão agricultores familiares do Piauí e Rio Grande do Norte

SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL

No total, unidades do Exército e da Marinha vão investir mais de R$ 1,4 milhão na aquisição de produtos
publicado  em 05/12/2017 19h34
Foto: Ana Nascimento/MDS

Brasília – Unidades do Exército e da Marinha estão com chamadas públicas abertas para a compra de alimentos de agricultores familiares no Piauí e no Rio Grande do Norte. No total, as organizações investirão mais de R$ 1,4 milhão na aquisição dos produtos.

 No Rio Grande do Norte, o Centro de Intendência da Marinha vai adquirir mais de R$ 1 milhão por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Os interessados devem enviar a proposta de venda e os documentos até o dia 14 deste mês.

 Acesse aqui as chamadas abertas

 Já no Piauí, o 2º Batalhão de Engenharia de Construção do Exército investirá R$ 400 mil na compra de frutas, verduras e legumes, entre outros itens. A proposta de venda e os documentos devem ser apresentados até esta quinta-feira (7).

 O coronel Alexandre Martinelli, comandante da unidade, afirma a compra promoverá a inclusão social e econômica dos agricultores da região.

 “Esse tipo de compra propicia o acesso do batalhão a produtos de melhor qualidade. Geralmente, são alimentos produzidos sem agrotóxicos, o que proporcionará uma alimentação mais saudável”.

 A agricultora familiar Iara Andrade, do município de Retirolândia (PI), conta que vai participar da chamada pública aberta. Ela planta hortaliças, grãos, frutas, além de produzir leite e derivados. “As chamadas públicas do Exército e dos outros órgãos são uma grande oportunidade de mercado para nós. Vamos produzir e entregar produtos saudáveis”. 

Saiba mais

Na modalidade Compra Institucional do PAA, cada agricultor familiar poderá vender até o limite de R$ 20 mil, por ano, para cada órgão comprador. Já as cooperativas ou associações, o limite é de R$ 6 milhões por ano, por órgão comprador.

A legislação determina que pelo menos 30% dos alimentos adquiridos para abastecer órgãos federais venham da agricultura familiar. Para saber mais sobre as chamadas públicas abertas em todo o país é só acessar o portal www.comprasagriculturafamiliar.gov.br 

 Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

 Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa

registrado em: