Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Dezembro > Agência de saúde da ONU lança publicação sobre iniciativas do Brasil para combater má nutrição

Notícias

Agência de saúde da ONU lança publicação sobre iniciativas do Brasil para combater má nutrição

SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL

Entre as iniciativas abordadas, estão o Programa Bolsa Família, PNAE e a Política Nacional de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde.
publicado  em 04/12/2017 15h54
Foto: FAO/Ubirajara Machado

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) lançou na sexta-feira (24) a publicação “Sistemas alimentares e nutrição: a experiência brasileira para enfrentar todas as formas de má-nutrição”. Fruto de parceria entre o organismo internacional e o governo brasileiro, o documento está disponível gratuitamente em meio online. Volume apresenta políticas, programas e ações bem-sucedidos implementados nos últimos anos no país.

Entre as iniciativas abordadas, estão o Programa Bolsa Família, o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e a Política Nacional de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde. De acordo com a publicação da OPAS, a institucionalização da segurança alimentar e nutricional e a proteção do direito humano à alimentação adequada no Brasil são uma referência global, por conta de estratégias que reduziram de forma expressiva a fome, a desnutrição e a subalimentação nos últimos anos.

Na avaliação do representante da agência regional da ONU no país, Joaquín Molina, é fundamental divulgar estratégias de sucesso para fortalecer o combate a problemas nutricionais. “Enfrentamos ainda múltiplas formas de má nutrição. Deficiências de micronutrientes e desnutrição coexistem com sobrepeso e obesidade. Esses problemas, além de incidirem na saúde e na qualidade de vida das pessoas, impactam em uma carga elevadas de doenças, com consequências sociais e econômicas para as famílias e comunidades”, afirma.

O dirigente também ressaltou que a alimentação e a nutrição fazem parte de todos os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, em especial do ODS nº 2, que visa acabar com a fome, melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável.

A OPAS lembra que, nas últimas décadas, a América Latina foi palco de transformações socioeconômicas, com quedas consideráveis nos índices de fome e subnutrição. Todavia, com o desenvolvimento, também foram observadas taxas crescentes de consumo de alimentos ultraprocessados ou com alta quantidade de açúcar, sal e gordura – fatores que explicam o crescimento significativo da obesidade na maioria dos países da região.

Nesse contexto, o organismo das Nações Unidas defende como fundamental o compartilhamento de experiências exitosas entre os países da região, o que pode tornar os sistemas alimentares mais sustentáveis, justos e inclusivos.

Fonte: ONU

registrado em: