Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Cadastro Único > Gestão do Cadastro > Processo de cadastramento > Atualização Cadastral

Atualização Cadastral

publicado  em 02/07/2015 15h32

A atualização cadastral é fundamental para assegurar a qualidade dos dados e garantir que as informações registradas na base do Cadastro Único estejam sempre de acordo com a realidade das famílias. Esse é um processo contínuo, uma vez que os dados da população se alteram  com  rapidez.  A atualização cadastral deve ser feita:

  • Sempre que houver alteração na composição familiar, no endereço ou nas condições socioeconômicas;
  • Não havendo mudanças, no prazo máximo de 24 meses, contados da data da última entrevista.

Deve-se realizar nova entrevista com a família em cada atualização, a fim de investigar quais informações sofreram alteração, assegurando a qualidade dos dados cadastrais. Por exemplo, o nascimento de uma criança implica alteração na despesa da família; a mudança de endereço implica alteração nas características do domicílio; a mudança de trabalho implica alteração nos rendimentos e algumas vezes nas despesas da família; etc.

Confira algumas situações específicas de atualização cadastral:

Substituição do Responsável pela Unidade Familiar (RF)

Nos casos de famílias que precisam substituir o Responsável pela Unidade Familiar (RF), o novo RF deve ir ao posto de atendimento do Cadastro Único, com os documentos obrigatórios, e informar o motivo da substituição.

Se a troca for necessária devido à morte do RF anterior, deve ser apresentada a Certidão de Óbito. Quando a substituição do RF derivar de invalidez, deve ser entregue cópia do laudo médico. Em substituições decorrentes de outras causas, será necessário um documento, assinado pelo novo RF, informando o motivo da alteração.


 

— Transferência de famílias

Nos casos de famílias que mudaram de cidade, o(a) Gestor(a) do município de destino pode realizar a transferência da família diretamente no Sistema de Cadastro Único.

Esse trabalho é facilitado se a gestão do município de origem entregar ao Responsável Familiar a cópia do cadastro da família, com todas as informações atualizadas. Se a mudança de município ocorrer somente para parte da família, a cópia impressa do cadastro deverá conter apenas as informações das pessoas que estão deixando o município.

A gestão do município de destino deve consultar o cadastro da família no Sistema de Cadastro Único, transferi-lo para o seu município e atualizar todos os dados da família, de acordo com a nova situação.

Também é possível transferir apenas parte de uma família ou uma família inteira para outra família já cadastrada no mesmo município. Nesses casos, a família transferida vai assumir o código familiar para a qual foi transferida.


 

— Transferência de pessoas

Existem situações em que a gestão municipal precisa realizar a transferência de pessoas da família, mas não da família inteira.  Por exemplo, quando um filho sai de casa. Dessa forma, uma pessoa pode ser transferida para uma família já existente no Cadastro Único ou poderá compor nova família.

Se a pessoa que deixar a família for o Responsável pela Unidade Familiar, orienta-se que, antes da transferência, seja realizada a indicação de novo RF.