Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Brasil Sem Miséria > Inclusão Produtiva Rural

Inclusão Produtiva Rural

publicado  em 29/09/2015 11h07
O desafio da superação da pobreza no meio rural

Segundo o Censo 2010, a distribuição da extrema pobreza entre os meios rural e urbano apresentava valores próximos: 47% no rural e 53% no urbano. Entretanto, ao observarmos a incidência da pobreza, a situação do campo chamava a atenção: uma em cada quatro famílias do meio rural estava em situação de extrema pobreza. Isso significava que, enquanto 5% da população urbana podia ser caracterizada como extremamente pobre, 25% da população do campo encontrava-se nesta situação.

Eram 7,6 milhões de pessoas concentradas especialmente nas regiões Nordeste e Norte do país. Esse era um público diverso, composto por, agricultores familiares, assentados da reforma agrária, acampados, assalariados rurais, extrativistas, pescadores, quilombolas, indígenas e outros povos e comunidades tradicionais.

Com o objetivo ambicioso de superar a extrema pobreza até o final de 2014, em 2 de junho de 2011 o Governo Federal lançou o Plano Brasil Sem Miséria. Para o público do rural, além dos eixos de garantia de renda e de acesso a serviços públicos, o Plano destacou-se com a criação de uma rota específica de inclusão produtiva rural. Essa rota tem como objetivo oferecer um conjunto de políticas públicas que criem oportunidades e permitam às famílias caminharem, de maneira sustentável, em direção à superação da pobreza e à melhoria da qualidade de vida.