Centro-Dia de Referência para Pessoa com Deficiência

publicado  em 22/06/2015 15h33

O que é

O Centro-Dia de Referência é uma unidade pública especializada que atende jovens e adultos com deficiência que não têm autonomia e dependem de outras pessoas. As famílias dessas pessoas também são atendidas no Centro-Dia.

Nesta unidade são desenvolvidas atividades que permitam a convivência em grupo; cuidados pessoais; fortalecimento das relações sociais; apoio e orientação aos cuidadores familiares; acesso a outros serviços e a tecnologias que proporcionam autonomia e convivência.

O Centro-Dia oferece atenção integral à pessoa com deficiência em situação de dependência durante o dia e, ao mesmo tempo, serve de apoio às famílias e aos cuidadores familiares na diminuição do estresse decorrente dos cuidados prolongados na família. É, portanto, uma alternativa coletiva de cuidados pessoais, complementar aos cuidados das famílias.

Serviços Oferecidos
A unidade deve, obrigatoriamente, oferecer o Serviço de Proteção Social Especial para Pessoas com Deficiência e suas famílias.

Público Atendido
Pessoas com deficiência entre 18 e 59 anos, com dependência, ou seja, que necessitam de cuidados de outras pessoas para realizar atividades básicas diárias, e que tenham tido seus direitos violados. Também são atendidos cuidadores e familiares.

Formas de Acesso
O cidadão pode procurar um Centro-Dia ou também pode ser encaminhado à unidade por meio da busca ativa, de outros serviços da Assistência Social, de outras políticas públicas e por órgãos do Sistema de Garantia de Direitos, como o Ministério Público.

Acesse:
CENTRO-DIA: Apresentação para capacitação (Power Point)
CENTRO-DIA: Perguntas e Respostas sobre o Serviço
CENTRO-DIA: Caderno de Orientações Técnicas

PLANO “VIVER SEM LIMITE”
O Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência - Viver sem Limite - foi lançado em 2011, com o objetivo de implementar novas iniciativas e intensificar ações que, atualmente, já são desenvolvidas pelo governo em benefício das pessoas com deficiência.

Entre suas ações prioritárias está a garantia de acesso destes cidadãos aos direitos básicos, como educação, transporte, mercado de trabalho, qualificação profissional, moradia e saúde.

O plano tem o envolvimento de 15 ministérios e a participação do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade), que trouxe as contribuições da sociedade civil. Além do governo federal, o Viver sem Limite envolve também estados e municípios.

As ações são organizadas em quatro eixos temáticos: Educação, Saúde, inclusão Social e Acessibilidade.

Para mais informações, acesse a página do Plano: http://www.pessoacomdeficiencia.gov.br/app/viversemlimite