Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Assistência Social > Benefícios Assistenciais > BPC > BPC no Cadastro Único

BPC no Cadastro Único

publicado  em 22/06/2015 15h47

Beneficiários do BPC devem estar inscritos no Cadastro Único até dezembro de 2018
O cadastramento dos beneficiários do BPC e de suas famílias no Cadastro Único cria a possibilidade de inclusão desses idosos e pessoas com deficiência em diversos outros programas, serviços e benefícios sociais do governo federal que utilizam o cadastro como referência para seleção do seu público.

Além disso, os gestores, em especial os da Assistência Social, ampliam as condições de diagnosticar as situações de risco e de vulnerabilidade social, e de realizar o acompanhamento familiar para a inclusão deste público na rede de proteção social.

O Cadastro Único é a porta de entrada para diversos outros programas sociais do governo federal, tais como:

  • Bolsa Família;
  • Minha Casa, Minha Vida;
  • Telefone Popular;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
     

Acesse o guia sobre as alterações nas regras do Benefício de Prestação Continuada (BPC)

Confira o painel de monitoramento da inclusão cadastral dos beneficiários do BPC

Para inscrever o beneficiário do BPC no Cadastro Único, o Responsável pela Unidade Familiar (RF) deverá procurar o setor responsável pelo cadastro no município, ou o CRAS. O RF é a pessoa que fornecerá as informações ao entrevistador. Ele deve ser um dos componentes da família e morador do domicílio, com idade mínima de 16 anos. Assim, o beneficiário do BPC não precisa se apresentar ao Cadastro Único, caso seja ele o RF. É necessário apresentar o CPF de todos os membros da família.

É recomendável levar também comprovante de endereço: conta de água, luz ou telefone, para facilitar o processo de cadastramento.

ATENÇÃO! Não é necessário levar nenhum documento emitido pelo INSS para fins de comprovação de recebimento do BPC.