Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > Programa de primeira infância transforma a vida de crianças

Programa de primeira infância transforma a vida de crianças

publicado  em 04/08/2017 17h48
Agência MDS - Release Radio - 04/08/2017 - Programa de primeira infância transforma a vida de crianças

 

LOC: O Programa Criança Feliz entrou em atividade há menos de um mês e já começa a mudar a vida de crianças de todo o país./ No Rio Grande do Sul, o Programa Primeira Infância Melhor, o PIM, já promove essa transformação há 14 anos. / Tempo suficiente para que os bebês acompanhados no início do programa hoje sejam crianças, mais espertas e integradas à família e à sociedade. //

A família da dona de casa Marione Garcia, de 53 anos, é um exemplo de como programas de estímulo e acompanhamento na primeira infância podem mudar a vida de famílias inteiras./ Ela teve cinco filhas e só conheceu o PIM na última gestação, aos 42 anos./ No começo, Marione estranhou a presença da visitadora em sua casa. / A correria da rotina impedia que ela se dedicasse às brincadeiras com a filha caçula, Mariana./ Mas a gaúcha logo se acostumou à novidade e transformou os encontros semanais em um horário sagrado de interação familiar.//

Sonora Marione Garcia - dona de casa


LOC: Hoje, Mariana tem 10 anos de idade e sonha em ser Veterinária./ É boa aluna, assim como as irmãs mais velhas, que têm entre 22 e 30 anos./ Com os estímulos recebidos nos primeiros mil dias de vida, aprendeu mais rápido as lições escolares e se tornou uma criança mais sociável. //

Sonora Marione Garcia - dona de casa


LOC: A história de Mariana é parecida com a de milhares de crianças do Rio Grande do Sul./ Graças ao PIM, elas recebem estímulos frequentes e variados./ Já os pais aprendem a importância de brincar, dar afeto e criar vínculos com os filhos.//

Adaptando os moldes da iniciativa gaúcha a todo o Brasil, o Programa Criança Feliz, do governo federal, vai promover o desenvolvimento integral de crianças de 0 a três anos que recebem o Bolsa Família e as de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada, o BPC./ A intenção é atender cerca de quatro milhões de crianças até o ano que vem.//

Para participar do Criança Feliz, é preciso que o município assine um termo de adesão ao programa./ Duas mil quinhentas e quarenta e sete cidades brasileiras já aderiram./ E uma nova etapa de adesão está aberta./ Os municípios têm até dia 18 de agosto para enviar a documentação ao Ministério do Desenvolvimento Social, que coordena a iniciativa.//

Reportagem, Carolina Graziadei