Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2019 > Março > Beneficiários do BPC têm direito à redução na conta de luz

Beneficiários do BPC têm direito à redução na conta de luz

publicado  em 22/03/2019 15h47

 


 

LOC: Você sabia que quem recebe o Benefício de Prestação Continuada, o BPC, têm direito a desconto na conta de luz? A redução no valor da fatura pode chegar a 65% e é garantida pela Tarifa Social de Energia Elétrica, mas nem todos sabem dessa vantagem. A dona de casa Márcia Ferreira da Silva, moradora do Gama, no Distrito Federal, é mãe de Ítalo, beneficiário do BPC. Ele tem 15 anos e é portador de uma doença degenerativa grave. Segundo Márcia, o tratamento de Ítalo repercute na conta de luz ao fim do mês.

SONORA: MÁRCIA DA SILVA - DONA DE CASA 

LOC: Márcia foi orientada no Centro de Referência de Assistência Social, o CRAS, a pedir a redução de 10% na fatura e relata que a economia faz mesmo diferença no orçamento da casa.

SONORA: MÁRCIA DA SILVA - DONA DE CASA 

LOC: Para solicitar o desconto da Tarifa Social de Energia Elétrica, o beneficiário do BPC ou alguma pessoa da família deve procurar um posto de atendimento da companhia de energia elétrica da região. É preciso ter em mãos o cartão do BPC, um documento de identificação, como o CPF ou a Carteira de Identidade, e a última conta de luz. A partir daí, a companhia elétrica irá verificar se o BPC está ativo e se o beneficiário é um cliente residencial. O desconto varia de acordo com o consumo mensal da residência.

O diretor do Departamento de Benefícios Assistenciais do Ministério da Cidadania, André Veras, afirma que dos quatro milhões e seiscentos mil beneficiários do BPC, apenas trezentos e oitenta e três mil solicitaram a redução na conta de luz. O número é considerado baixo mas, ainda assim, ajuda os beneficiários a reduzir custos.

SONORA: ANDRÉ VERAS - DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS

LOC: O BPC é um benefício de um salário mínimo por mês pago para idosos a partir de 65 anos e deficientes de qualquer idade que comprovem baixa renda. Já a Tarifa Social de Energia Elétrica também contempla todas as famílias inscritas no Cadastro Único com dados atualizados e renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo. Para mais informações, acesse o site da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social, o mds.gov.br.

Reportagem, Diego Queijo