Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2019 > Junho > Produtores rurais de Santa Catarina podem vender mais de R$ 438 mil em alimentos ao Exército

Produtores rurais de Santa Catarina podem vender mais de R$ 438 mil em alimentos ao Exército

publicado  em 13/06/2019 14h34

 


 

LOC: Agricultores familiares de Santa Catarina e região têm, agora, uma nova oportunidade para vender seus produtos aos órgãos do governo federal. O 23ª Batalhão de Infantaria do Exército em Blumenau está investindo mais de quatrocentos e trinta e oito mil reais em alimentos. A Compra Institucional é possível por meio do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA. As propostas devem ser entregues por agricultores e cooperativas na unidade até 24 de junho. 

Ao todo, cento e vinte itens compõem a lista de demandas do Exército na região. O edital chamou a atenção de produtores da Cooperativa de Organização, Produção e Comercialização Solidária do Planalto Norte de Santa Catarina. Eles vendem macarrão, pão, frutas e verduras e já participam do PAA. O presidente Antônio Sobrinho fala da importância da compra governamental para incentivar quem vive do campo.

SONORA ANTÔNIO SOBRINHO - PRESIDENTE DA COOPERATIVA DE ORGANIZAÇÃO, PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO SOLIDÁRIA

LOC: A coordenadora-geral de Aquisição e Distribuição de Alimentos do Ministério da Cidadania, Hetel Santos, destaca que o Exército busca atender à legislação que determina que trinta por cento dos artigos adquiridos para alimentação nas instituições públicas venham da agricultura familiar, o que beneficia os produtores.

SONORA COORDENADORA HETEL SANTOS 

LOC: Na modalidade Compra Institucional do PAA, o agricultor pode vender até 20 mil reais, por ano, para cada órgão comprador. Já para as cooperativas ou associações, o teto é de 6 milhões de reais por ano. Para acompanhar as chamadas públicas abertas em todo o país, basta acessar o portal comprasagriculturafamiliar.gov.br.


Reportagem, Henrique Jasper.