Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2019 > Junho > Políticas públicas para a terceira idade é tema de capacitação em Minas Gerais

Políticas públicas para a terceira idade é tema de capacitação em Minas Gerais

publicado  em 05/06/2019 14h14

 

 


 

LOC: Criada para abrir um caminho para o envelhecimento ativo, saudável, cidadão e sustentável, a Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa propõe o protagonismo da terceira idade na execução de políticas públicas junto aos estados, aos municípios e à sociedade civil./ Nesta quarta-feira, o diretor de Atenção ao Idoso do Ministério da Cidadania, Leonardo Milhomem, participou da capacitação de trabalhadores de diversas prefeituras mineiras que devem aderir à iniciativa do governo federal./ O evento foi promovido em parceria com o Ministério Público de Minas Gerais e o Conselho do Idoso do Estado.//

Em palestra na Procuradoria-Geral de Minas Gerais com a presença de 160 servidores e conselheiros, Milhomem destacou o avanço na quantidade e proporção de pessoas idosas ativas na sociedade. Para ele, é importante conhecer a realidade desse público e ouvir suas demandas para formular políticas que beneficiem os mais velhos.

SONORA LEONARDO MILHOMEM

LOC: Essas ações consistem na oferta qualificada de serviços de saúde, mobilidade urbana, informação, inclusão social, oportunidades de aprendizagem, entre outros aspectos que contribuem para um envelhecimento saudável e participativo./

LOC: A promotora de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais, Miriam Lacerda Costa, que é também coordenadora do Programa de Efetivação de Vínculos Familiares e Parentais, ressaltou a relevância do evento. Segundo ela, além de qualificar o trabalho de quem atua na área, é uma oportunidade de efetivar parcerias entre instituições e poder público./ Na visão da promotora, a participação da sociedade civil é fundamental nesse processo./ 

SONORA SONORA MIRIAM 

LOC: Aos 60 anos, Marina Mazzoni brinca que está estreando na terceira idade. Aposentada e hiperativa, como ela própria se define, Marina acredita que ao ofertar melhores serviços para a população idosa, a sociedade vai contribuir na qualidade de vida de todas as faixas etárias.//

SONORA MARINA

LOC: O Brasil soma, atualmente, mais de 33 milhões de pessoas com 60 anos ou mais, de acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE./ Um dado que tende a continuar em ascensão, aponta o IBGE./ Por isso, os municípios devem estar preparados para atender às necessidades dessa população, frisou o representante do Conselho do Idoso de Minas Gerais, Rodrigo Arantes.//

SONORA RODRIGO

LOC: Coordenador de Políticas da Pessoa Idosa no município de Nova Lima, localizado a aproximadamente dez quilômetros da capital mineira, Kélvio Luís Martins participou da capacitação./ Ele avaliou que o momento colaborou para a troca de experiências entre os trabalhadores da área, proporcionando um espaço de diálogo e reflexão.//

SONORA KÉLVIO

LOC: Em todas as regiões do país, 396 municípios já aderiram à Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa, articulada pelo Ministério da Cidadania./ Os estados de Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Goiás e Ceará incorporaram a iniciativa./ Em junho, o diretor de Atenção ao Idoso, Leonardo Milhomem, estará em conferências municipais em Poços de Caldas (MG) e São Miguel dos Campos (AL), onde reforçará, junto aos gestores locais, a importância de aderir à iniciativa.//// 

 

Reportagem, Henrique Jasper.