Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2019 > Fevereiro > Bolsa Família será fortalecido com ações de inclusão produtiva e desenvolvimento infantil

Bolsa Família será fortalecido com ações de inclusão produtiva e desenvolvimento infantil

publicado  em 08/02/2019 17h24

 


 

LOC: A família da diarista Resangela Santos Silva é uma das 13 milhões e 700 mil beneficiárias do Bolsa Família. Ela sustenta a casa em que vive com o marido e os dois filhos com a renda das faxinas feitas 3 vezes por semana. Para colocar mais comida na mesa, Resangela procurou o Centro de Referência de Assistência Social, o Cras em Aracaju, capital de Sergipe, em dezembro de 2018. Lá, fez a inscrição no Cadastro Único. 

O que ela não esperava era receber o benefício um mês depois. Com os 82 reais, ela garantiu a compra do gás de cozinha, o que ajudou no orçamento da família.  

SONORA: Resangela Santos Silva – diarista

LOC: Há um ano e meio, todas as pessoas que se inscrevem no Cadastro Único e se encaixam no perfil do Bolsa Família não aguardam mais em um fila de espera. Antes, o tempo médio para começar a receber o benefício era de um ano. Agora, não passa de 45 dias.  Isso foi possível graças ao cruzamento de dados de várias bases oficiais do governo, o que ajudou a identificar recursos pagos indevidamente e excluir esses beneficiários do programa. Agora, o dinheiro chega a quem realmente precisa.  

Para 2019, o Bolsa Família será ainda mais valorizado. Entre as metas prioritárias do governo federal para este ano está o pagamento de uma 13º parcela, o que reforça o compromisso feito pelo presidente Jair Bolsonaro, como explica o ministro da Cidadania, Osmar Terra.  

SONORA: Osmar Terra – ministro da Cidadania   

LOC: O Bolsa Família também incentiva que os beneficiários possam ter autonomia financeira. O Plano Progredir oferece qualificação profissional, microcrédito, apoio ao empreendedorismo e encaminhamento ao mercado de trabalho. Aos beneficiários que desejam abrir o próprio negócio, 4 bilhões e 700 milhões de reais foram disponibilizados e mais de 14 mil vagas de emprego já foram ofertadas pela Rede de Parceiros do Plano.   

Voltado para o cuidado e o desenvolvimento na primeira infância, o Criança Feliz chega a mais de 490 mil pessoas – entre gestantes e crianças de 0 a 3 anos – beneficiárias do Bolsa Família em 2.483  municípios em todas as regiões do Brasil. Semanalmente, visitadores vão até as casas das famílias e orientam sobre a melhor maneira de incentivar o desenvolvimento das crianças.

De acordo com Osmar Terra, ações que incentivam a geração de emprego e o desenvolvimento humano oferecem aos beneficiários portas de saída dos programas de transferência de renda./ 

SONORA: Osmar Terra – ministro da Cidadania

LOC: O Bolsa Família é voltado às famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Por meio dele, os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, como contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de educação e saúde. 

Reportagem, Carolina Graziadei