Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2019 > Julho > Governo federal investe na capacitação e no apoio a agricultores familiares

Governo federal investe na capacitação e no apoio a agricultores familiares

publicado  em 26/07/2019 17h01

 

LOC: O Agricultor Familiar Raimundo Nonato de Souza, de 47 anos, mora na zona rural de Benevides, no Pará, e foi beneficiado pelo Programa de Fomento Rural. Ele recebeu assistência técnica e um benefício no valor de dois mil e quatrocentos reais para investir na criação de aves do tipo Caipirão. Por conta própria, provavelmente o agricultor não conseguiria investir na criação de aves, porque para sobreviver, além do benefício de 240 reais que ele e a esposa recebem do Bolsa Família, ele se via obrigado a fazer diárias em outras propriedades.

Mas, Raimundo viu sua vida mudar com o benefício A produção está dando certo. Já é a quarta vez que o produtor reinveste o dinheiro repassado a fundo perdido para fazer a produção crescer. Nesse caso, o criador de aves não precisa devolver o dinheiro para o governo federal.

SONORA RAIMUNDO DE SOUZA


LOC: Assim como Raimundo, mais de 30 mil famílias devem ser incluídas ainda neste ano no Programa de Fomento Rural. Segundo o secretário nacional de Inclusão Social e Produtiva Rural, José Roberto Carlos Cavalcante, o governo federal está empenhado em garantir a segurança alimentar e a autonomia das famílias mais pobres do campo e possibilitar o acesso delas ao mercado no futuro.
 

SONORA SECRETÁRIO NACIONAL JOSÉ ROBERTO CAVALCANTE


LOC: A seleção das famílias para participar do Fomento é realizada pelas empresas de assistência técnicas, como Ematers, e outras entidades que atuam no campo, contratadas pelo governo federal para oferecer o serviço de acordo com informações do Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal. Cavalcante ressalta que o governo tem promovido diversas ações, inclusive a compra de produtos dos agricultores familiares por meio do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA, com diversas modalidades que vão desde a compra do leite até a compra de outros alimentos para atender famílias em vulnerabilidade social. O secretário destaca o papel da ação para que o agricultor continue no campo. 

SONORA SECRETÁRIO NACIONAL JOSÉ ROBERTO CAVALCANTE

LOC: Além disso, o governo federal também reforça o papel do acesso à água para produção com o Programa Cisternas, que já atendeu mais de 203 mil famílias no Semiárido com a entrega de reservatórios que captam a água da chuva. Para mais informações sobre os programas voltados para a inclusão social e produtiva dos agricultores familiares, acesse: cidadania.gov.br



Reportagem, André Luiz Gomes.