Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2019 > Julho > Cooperativas da agricultura familiar são beneficiadas com a abertura de mercado da compra institucional

Cooperativas da agricultura familiar são beneficiadas com a abertura de mercado da compra institucional

publicado  em 25/07/2019 17h00

 

 


 

Cooperativas da agricultura familiar são beneficiadas com a abertura de mercado da compra institucional

LOC: A Cooperativa de Agricultores Familiares de Planaltina de Goiás e Região, a ProRural, fundada há quase quatro anos, viu seus negócios progredirem a partir do momento em que começou a vender frutas, verduras e hortaliças para os órgãos públicos federais na capital federal por meio do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA. A iniciativa abriu caminhos para que a organização com mais de 200 famílias conquistasse também a venda para o Programa Nacional de Alimentação Escolar nos municípios vizinhos e na região do Distrito Federal.

Segundo o presidente da cooperativa, Jairison Gonçalo Silva, a expectativa é de que até o fim do ano o empreendimento venda 7 milhões de reais em alimentos para o mercado da Compra Institucional, mais do que o triplo vendido em 2018. Ele conta que o programa transformou a forma do agricultor pensar.


SONORA JAIRISON SILVA 

LOC: E não é somente a ProRural que está crescendo no Centro Oeste. A Associação Central das Cooperativas de Agricultores Familiares de Mato Grosso, a Ascoop, reúne onze cooperativas e mais de 4 mil famílias no Estado. No ano de 2018, foram apenas 300 mil reais vendidos por meio da modalidade Compra Institucional do PAA. No entanto, para este ano já com contratos fechados, a organização vai comercializar 2 milhões em quatro estados e pretende chegar a 10 milhões de reais até dezembro com a venda de aves, suínos, entre outros produtos.

Para o presidente da Ascoop, João Paulo Moura, a compra dos órgãos federais representa uma forma de manter o produtor rural no campo com um mercado garantido.

SONORA COORDENADORA HETEL SANTOS


LOC: João Paulo conta que acompanha as chamadas públicas abertas pelo portal comprasagriculturafamiliar.gov.br para poder apresentar seus produtos fora do Mato Grosso. O diretor do Departamento de Compras Públicas para a Inclusão Social e Produtiva Rural do Ministério da Cidadania, Iberê Mesquista, ressalta que mais de 400 cooperativas em todo o país já participam do PAA Compra Institucional, mas há a necessidade de capacitar mais empreendimentos com o objetivo de atender ainda mais a demanda do órgãos federais.

SONORA DIRETOR IBERÊ MESQUITA


LOC: Na Compra Institucional do PAA, cada agricultor familiar pode vender até o limite de R$ 20 mil, por ano, para cada órgão comprador. Já as cooperativas ou associações, o limite é de R$ 6 milhões por ano, por órgão comprador. A legislação determina que pelo menos 30% dos alimentos adquiridos para abastecer órgãos federais venham da agricultura familiar.


Reportagem, André Luiz Gomes.