Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2019 > Agosto > Brasil e Paraguai discutem parceria no enfrentamento ao uso de drogas

Brasil e Paraguai discutem parceria no enfrentamento ao uso de drogas

publicado  em 19/08/2019 17h02

 

LOC: Tentar barrar a oferta de entorpecentes e articular ações de prevenção ao uso de drogas no Brasil e no Paraguai. Os objetivos fazem parte das discussões da sétima Reunião da comissão Mista sobre Drogas e Temas Conexos, que ocorre nesta segunda e terça-feira em Assunção, no Paraguai. O encontro reúne representantes governamentais dos dois países para discutir parcerias e compartilhar experiências no enfrentamento ao uso de drogas, no tratamento e na reinserção social para os dependentes químicos. 

O secretário Nacional de Cuidados e Prevenção ao Uso de Drogas do Ministério da Cidadania, Quirino Cordeiro, faz parte da delegação. Ele aponta que é essencial construir parcerias com o país vizinho para que o enfrentamento às drogas seja eficaz.

SONORA SECRETÁRIO QUIRINO CORDEIRO 


LOC: Cordeiro ressaltou que o momento é propício para este tipo de encontro, tendo em vista que o governo federal recentemente sancionou a nova lei sobre drogas. Entre as modificações, a nova lei estabelece ações mais rígidas contra o tráfico de drogas, prevê a internação involuntária de usuários para desintoxicação e reforça o trabalho das comunidades terapêuticas. 

A Política Nacional Sobre Drogas é desenvolvida em conjunto pelos ministérios da Cidadania, Saúde, Justiça e Segurança Pública, e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. A pasta da Cidadania é responsável pelo tratamento de dependentes químicos com foco na estratégia da abstinência dos usuários. Ao todo, o Ministério da Cidadania já financiou cerca de 11 mil vagas em comunidades terapêuticas - quantidade quatro vezes maior do que a do ano anterior.

Para mais informações acesse o site: cidadania.gov.br

Reportagem, André Luiz Gomes.