Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2019 > Abril > Frente Brasil contra as Drogas formaliza apoio à nova política do governo federal

Frente Brasil contra as Drogas formaliza apoio à nova política do governo federal

publicado  em 29/04/2019 18h00

 


 


 

LOC: A nova política sobre drogas do governo federal recebeu um reforço no enfrentamento à epidemia causada pelo uso de entorpecentes. Nesta segunda-feira, em Brasília, a Frente Brasil contra as Drogas formalizou o apoio às medidas desenvolvidas pelo Ministério da Cidadania, em reunião com o ministro Osmar Terra. O movimento está em 16 estados e no Distrito Federal. O encontro teve também a participação de representantes de comunidades terapêuticas que atuam no acolhimento e tratamento de dependentes químicos.

Osmar Terra agradeceu o apoio da instituição e ressaltou a necessidade de mudar a realidade do país no enfrentamento às drogas. O decreto assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, instituindo a nova Política Nacional Sobre Drogas, é o primeiro passo.


SONORA MINISTRO OSMAR TERRA

LOC: 
Entre as mudanças, o decreto prevê o reforço das comunidades terapêuticas. As unidades oferecem acolhimento, assistência e tratamento para pessoas com dependência química por meio da abstinência e da reinserção social. De acordo com o secretário nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas, Quirino Cordeiro Júnior, a parceria com a Frente Brasil Contra as Drogas é fundamental para continuar avançando nas políticas públicas. 

SONORA SECRETÁRIO QUIRINO CORDEIRO JÚNIOR 


LOC: O presidente da Frente Brasil Contra as Drogas, Bruno Moura, afirmou que o movimento pretende reforçar ainda mais as ações de enfrentamento às drogas. 


SONORA PRESIDENTE BRUNO MOURA

LOC: As medidas contemplam a ampliação da quantidade de vagas financiadas pelo governo federal para tratar dependentes químicos em todo o país. Em março, duzentos e dezesseis novos contratos com comunidades terapêuticas foram assinados, possibilitando o atendimento a dez mil e oitocentas pessoas.

Reportagem, André Luiz Gomes.