Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2019 > Abril > Criança Feliz é finalista do prêmio da Cúpula Mundial de Inovação para a Educação - WISE Awards 2019

Criança Feliz é finalista do prêmio da Cúpula Mundial de Inovação para a Educação - WISE Awards 2019

publicado  em 02/04/2019 19h05

 


 

LOC: O programa Criança Feliz, do Ministério da Cidadania, foi anunciado nesta terça-feira como um dos quinze finalistas do WISE Awards 2019. O prêmio da Cúpula Mundial de Inovação para a Educação reconhece as iniciativas mais inovadoras do mundo NA ÁREA./ O programa do governo federal foi selecionado entre quatrocentos e oitenta e dois projetos, ao lado de ações da Inglaterra, França, Índia, Quênia, Ruanda, Jordânia, China e Estados Unidos. De acordo com o ministro da Cidadania, Osmar Terra, o prêmio valoriza o Criança Feliz, que está presente em mais de dois mil e seiscentos municípios brasileiros e atende quinhentas e cinquenta e duas mil crianças e gestantes.

SONORA: OSMAR TERRA - MINISTRO DA CIDADANIA

LOC: Entre os critérios para a escolha estavam a inovação e a capacidade dos projetos transformarem indivíduos, comunidades e sociedades. Os inscritos também precisavam ter um plano CLARO de desenvolvimento. O prêmio é um dos mais concorridos do mundo NA ÁREA por incluir tanto iniciativas públicas quanto privadas. O que de acordo com a secretária Nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano do Ministério da Cidadania, Ely Harasawa, torna o reconhecimento ainda mais significativo.

SONORA: ELY HARASAWA - SECRETÁRIA NACIONAL DE PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO HUMANO

LOC: Os vencedores serão anunciados em julho, e a premiação será durante a reunião da Cúpula Mundial de Inovação para a Educação, em novembro, em Doha, no Catar. O Criança Feliz é coordenado pelo Ministério da Cidadania por meio da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social. O programa de visitação domiciliar atende gestantes e crianças de até três anos do Bolsa Família, e de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada, o BPC. Ele integra ações nas áreas da saúde, assistência social, educação, justiça, cultura e direitos humanos.
Para mais informações, acesse cidadania.gov.br.

Reportagem, Diego Queijo