Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2018 > Novembro > Centro-Dia é referência no atendimento de pessoas com deficiência

Centro-Dia é referência no atendimento de pessoas com deficiência

publicado  em 09/11/2018 16h58
Agência MDS - Release Radio - 09/11/2018 - Centro-Dia é referência no atendimento de pessoas com deficiência

 

LOC: Desde pequena, Isabela Cardoso Costa, de 32 anos, foi estimulada pela família a estudar e buscar sua autonomia./ Terminou o ensino fundamental com dedicação e sempre gostou de desafios./ Comunicativa, gosta de fazer amigos e está sempre disposta a aprender novas atividades./ Com Síndrome de Down, foi no Centro-Dia de Referência para pessoas com deficiência que Isabela encontrou apoio para desenvolver ainda mais suas habilidades.//

SONORA Isabela Cardoso Costa – usuária Centro-Dia

LOC: A unidade especializada de atendimento faz parte do Sistema Único de Assistência Social, o Suas, e oferece atenção integral a jovens e adultos com deficiência para que conquistem autonomia, independência e socialização./ Já para os familiares e cuidadores, o Centro-Dia oferece apoio para que possam ter um momento de realizar outras tarefas enquanto a pessoa com deficiência participa das atividades no espaço dedicado a elas./

Por indicação de uma psicóloga, a mãe de Isabela viu a rotina da família se transformar desde que a filha passou a frequentar o Centro-Dia./ A aposentada Lygia Cardoso Costa, de 73 anos, conta que Isabela ficou ainda mais comunicativa com o convívio diário dos novos amigos./

SONORA Lygia Cardoso Costa – aposentada

LOC: Isabela é uma das 40 pessoas com deficiência que utilizam diariamente o Centro-Dia Josealdo Bezerra, em Aracaju, capital de Sergipe./ O local oferece atividades em grupo, oficinas e passeios nos turnos da manhã e tarde./ Gestos simples como beber água sozinho era um desafio para alguns usuários, que hoje vão conquistando sua independência em pequenas atitudes./ A coordenadora da unidade, Lidiane dos Santos, explica que o papel da equipe é oferecer autonomia para jovens e adultos, como também melhorar o convívio familiar do usuário.//

SONORA Lidiane dos Santos – coordenadora do Centro-Dia

LOC: No Brasil, 1.550 unidades oferecem o serviço gratuitamente. O atendimento no Centro-Dia é realizado por assistentes sociais, psicólogos e terapeutas ocupacionais. O público-alvo são jovens e adultos, entre 18 a 59 anos, que possuem algum tipo de deficiência. O serviço também se estende aos familiares. Para ter acesso, o cidadão pode procurar diretamente o Centro-Dia ou ser encaminhado pela rede socioassistencial. //

Reportagem, Carolina Graziadei