Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2018 > Novembro > Bolsa Família repassa 2,6 bilhões de reais para mais de 14,2 milhões de beneficiários em novembro

Bolsa Família repassa 2,6 bilhões de reais para mais de 14,2 milhões de beneficiários em novembro

publicado  em 19/11/2018 11h49

 


 

LOC: O pagamento do Bolsa Família de novembro começou nesta segunda-feira, dia 19, e segue até o dia 30. A fila de espera para entrada no programa continua zerada. Ao todo, o Ministério do Desenvolvimento Social irá repassar mais de 2 bilhões 665 milhões de reais a 14 milhões 227 mil beneficiários. O valor médio do benefício neste mês é de 187 reais. / O que cada beneficiário recebe varia conforme o número de membros da família, a idade de cada um e a renda declarada ao Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Neste mês, 321 mil e 800 famílias começaram a receber o benefício.

O programa faz a diferença na vida de vários brasileiros, como a dona de casa Ana Maria Bissolotti, moradora de Lindóia do Sul, em Santa Catarina./ Mãe de dois filhos, ela usa o dinheiro para comprar medicamentos para a caçula, Ana Júlia, que sofre com problemas renais.

SONORA: ANA MARIA BISSOLOTTI

LOC: Como em todos os meses, o repasse é realizado de acordo com o Número de Inscrição Social, o NIS, impresso no cartão. Aqueles que terminam com final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Os NIS com final 2, no segundo dia e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de três meses.

Com a proximidade do fim do ano, muitos beneficiários do Bolsa Família estão com dúvidas se receberão uma 13º parcela do benefício. A notícia chegou a ser divulgada por alguns usuários no facebook e whatsapp. Mas, o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, esclarece que trata-se de um boato e não há previsão desse pagamento.

SONORA: MINISTRO ALBERTO BELTRAME

LOC: O Bolsa Família é voltado para famílias com renda mensal por pessoa de até 89 reais e para aquelas famílias com rendimento de até 178 reais por integrante, mas que contem com gestantes, crianças ou adolescentes. Para fazer parte do programa, o responsável pela família deve procurar um Centro de Referência de Assistência Social, o Cras, ou um posto de atendimento do Bolsa Família no município. É necessário levar documentos de identificação pessoal, como RG, carteira de identidade ou carteira de motorista e certidão de nascimento de todas as pessoas que vivem na residência.

Para mais informações, acesse mds.gov.br.

Reportagem, Carolina Graziadei