Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2018 > Novembro > Bolsa Família: condicionalidade de saúde reforça a importância dos cuidados na vida da população

Bolsa Família: condicionalidade de saúde reforça a importância dos cuidados na vida da população

publicado  em 12/11/2018 12h36
Agência MDS - Release Radio - 13/03/2018 - Bolsa Família registra melhor resultado no acompanhamento da condicionalidade de saúde

 


LOC: A cada seis meses, Patrícia Rodrigues Vaz, de 23 anos, caminha até o posto de saúde perto de sua casa para fazer o acompanhamento dos três filhos: Yasmin, de 5 anos, Miguel, de 4 anos, e Helena, de 2 anos. A família mora em Padre Bernardo, município a 246 quilômetros de Brasília, e é beneficiária do Bolsa Família. Nos últimos meses, a frequência dos acompanhamentos de saúde aumentou. Patrícia está grávida de oito meses e não perde uma consulta de pré-natal./

Com a saúde em dia, Patrícia mantém o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal atualizado. Foi assim que ela começou a receber as visitas semanais do Criança Feliz. O programa auxilia os pais no desenvolvimento da pequena Helena e do bebê que está por vir./

Muito além de contar com a renda do Bolsa Família, Patrícia sabe bem que acompanhar a saúde dos filhos é garantia de uma vida muito mais saudável./

SONORA PATRÍCIA RODRIGUES VAZ

LOC: Assim como Patrícia, mais de 8,8 milhões famílias estão sendo acompanhadas dentro das condicionalidades de saúde do Bolsa Família. São cerca de 5,6 milhões de crianças com o cartão de vacinação em dia e mais de 364 mil gestantes que realizaram o pré-natal./

Segundo o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, o Bolsa Família é um programa de transferência de renda condicionada. E as condicionalidades, sejam elas de saúde ou educação, têm como finalidade melhorar a qualidade de vida de quem é beneficiário do programa./

SONORA MINISTRO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL - ALBERTO BELTRAME

LOC: Levar as crianças menores de 7 anos para tomar as vacinas, pesar, medir, avaliar o crescimento e o desenvolvimento é um dos principais compromissos dos beneficiários do programa. Além da saúde, a frequência escolar é outro compromisso assumido pelas famílias. Os pais devem ficar atentos às presenças escolares das crianças entre 6 e 17 anos./

As condicionalidades são uma das ferramentas usadas pelo poder público para identificar as vulnerabilidades sociais e melhorar a oferta e a qualidade dos serviços prestados à população./

Reportagem, Pamela Santos