Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2018 > Março > Conferência Internacional da Primeira Infância destaca o papel das políticas intersetoriais para o desenvolvimento integral das crianças

Conferência Internacional da Primeira Infância destaca o papel das políticas intersetoriais para o desenvolvimento integral das crianças

publicado  em 20/03/2018 10h00
Agência MDS - Release Radio - 20/03/2018 - Conferência Internacional da Primeira Infância destaca <br /> o papel das políticas intersetoriais para o desenvolvimento <br /> integral das crianças

 

LOC: Promover o desenvolvimento integral das crianças, compartilhar experiências com outros países e reforçar a importância de ações intersetoriais que promovam o cuidado e atenção nos primeiros anos que vida. Estes foram alguns dos temas debatidos na Conferência Internacional da Primeira Infância nesta terça-feira (20) em Brasília./ É a primeira vez que o Brasil reúne especialistas de vários países para debater os benefícios dos investimentos no período que compreende o nascimento e os primeiros seis anos de vida da criança.A abertura do evento contou com a participação do presidente da República, Michel Temer, do presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, da primeira-dama e embaixadora do Criança Feliz, Marcela Temer, e do ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, além de representantes das Nações Unidas, ministros e representantes de outros países.

O presidente Michel Temer destacou que o Brasil acredita nas políticas públicas com foco na primeira infância e que a conferência serve para reforçar o compromisso do governo federal em priorizar o cuidado com as crianças, aperfeiçoando as ações a partir da troca de experiências

SONORA- Michel Temer – presidente da República

LOC: A primeira-dama e embaixadora do Criança Feliz, Marcela Temer, falou sobre as visitas do programa e o papel importante desenvolvido pelos profissionais que atuam pelo desenvolvimento infantil. Marcela destacou o empenho de coordenadores e visitadores do Criança Feliz e que os benefícios gerados pelo programa não são apenas para as famílias atendidas, mas para toda a sociedade brasileira que, ao longo dos anos, irá sentir os resultados deste investimento.

SONORA - Marcela Temer - primeira-dama e embaixadora do Criança Feliz

[Sobe som presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos]

LOC: Prêmio Nobel da Paz, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, relatou, durante palestra, a experiência do seu país com o programa “De cero a siempre”, criado em seu governo. Com foco na atenção integral das crianças de zero e cinco anos, o programa vem apresentando resultados significativos na redução da pobreza e violência, além da construção de uma geração de jovens que estão chegando à escola com melhores condições de aprendizado. Santos disse que seu país possui altos índices de violência e desigualdade, mas que, com a atenção voltada para primeira infância, encontrou um dos caminhos para reverter esta realidade. Ele destacou que é necessário agir com rapidez e foco nas crianças pequenas, rompendo ciclo que perpetua a pobreza entre gerações.

O ministro Osmar Terra destacou que investir na primeira infância é o melhor investimento que um país pode realizar. Ele reforçou que a troca de experiências, promovida pela conferência, vai ajudar o Brasil a aperfeiçoar as ações, levando às famílias as melhores técnicas de estímulo e condições para que as crianças possam desenvolver todo o seu potencial./ Para Osmar Terra, investir na primeira infância é a principal medida que um governo pode tomar para construir um futuro melhor.

SONORA Osmar Terra – ministro do Desenvolvimento Social

LOC: Na ocasião, foi assinada também a portaria do Comitê Gestor Interministerial do Programa Criança Feliz. / O comitê reúne representantes dos ministérios do Desenvolvimento Social, Cultura, Saúde, Educação e Justiça para que as políticas voltadas para a primeira infância sejam elaboradas de maneira conjunta, levando atendimento integrado às famílias.

Neste primeiro dia, as mesas da conferência foram palco de debates sobre ações que vem apresentando os melhores resultados em países como México, Argentina, Peru e Paraguai. A principal preocupação é encontrar caminhos para levar um atendimento integral às crianças. O papel das instituições privadas na formulação e no monitoramento das políticas públicas também foi tema de um dos debates, além da apresentação dos programas que serviram de referência para o Criança Feliz.

Promovida pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), a Conferência Internacional da Primeira Infância segue até esta quarta-feira (21), em Brasília.

Reportagem, Carolina Graziadei