Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2018 > Março > Compra institucional facilita aquisição de alimentos da agricultura familiar

Compra institucional facilita aquisição de alimentos da agricultura familiar

publicado  em 22/03/2018 16h38
Agência MDS - Release Radio - 13/03/2018 - Bolsa Família registra melhor resultado no acompanhamento da condicionalidade de saúde

 

LOC: Cada vez mais os órgãos federais estão investindo na Compra Institucional, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos. A qualidade dos produtos, a agilidade na entrega e o processo de compra bem menos burocrático conquistaram os gestores de universidades, quartéis, institutos de educação, entre outras unidades da administração federal.Em 2017, foram mais de R$ 150 milhões investidos na agricultura familiar, e o governo federal estima que esse número chegue a R$ 300 milhões em 2018.

Esses gestores estão reunidos nesta quinta-feira, em Brasília, no Simpósio Nacional de Compras de Alimentos da Agricultura Familiar. O encontro aproxima os órgãos compradores das cooperativas da agricultura familiar, que estão preparadas para fornecer seus produtos. O objetivo é fortalecer as aquisições de alimentos da agricultura familiar por parte dos órgãos da União./

De acordo com o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social, Caio Rocha, com a nova oportunidade de mercado, os produtores estão se organizando mais./

SONORA SECRETÁRIO DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL - CAIO ROCHA

LOC: No simpósio, o painel Conscientização dos órgãos públicos para adquirirem dos pequenos agricultores mostrou os benefícios de comprar do pequeno produtor. Um dos casos de sucesso é a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, que, há três anos, participa da Compra Institucional. Em 2017, a universidade alcançou 50% das compras de alimentos vindas direto dos pequenos produtores.

Para a diretora da Divisão de Alimentação da Universidade, Ludymila Barroso, só há vantagens neste modelo de compra. A burocracia é menor, o que facilita a comercialização para os agricultores familiares, e os alimentos entregues têm qualidade superior.//

SONORA DIRETORA DA DIVISÃO DE ALIMENTAÇÃO DA UNIVERSIDADE - LUDYMILA BARROSO

LOC: Para quem está iniciando as compras, o evento foi uma grande oportunidade de conhecer as cooperativas e ver as experiências, como é o caso do Instituto Federal Goiano, campus de Hidrolândia. O diretor substituto da instituição, João Gabriel Moreira, afirmou que a primeira chamada pública deve sair em abril, mesmo assim já é possível notar as vantagens da compra por meio do PAA./

SONORA DIRETOR SUBSTITUTO DO INSTITUTO FEDERAL GOIANO - JOÃO GABRIEL MOREIRA

LOC: A legislação determina que pelo menos 30% dos alimentos adquiridos por órgãos federais venham da agricultura familiar. Para saber mais sobre as chamadas públicas abertas em todo o país, é só acessar o portal www.comprasagriculturafamiliar.gov.br /

Reportagem, Pamela Santos