Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2018 > Maio > Parceria cria acervo de livros infantis em Cras de todo o Brasil

Parceria cria acervo de livros infantis em Cras de todo o Brasil

publicado  em 11/05/2018 17h44
Agência MDS - Release Radio - 13/03/2018 - Bolsa Família registra melhor resultado no acompanhamento da condicionalidade de saúde

 

LOC: Toda semana a dona de casa Laudie Nascimento Santos, de 37 anos, vai ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no bairro de Santa Maria, na capital sergipana, para as atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo. A filha Laura, de 8 anos, sempre acompanha a mãe nas oficinas. Agora, a família terá à disposição também livros da Biblioteca Itaú Criança.

A construção de um acervo composto por 100 obras de diversos gêneros e autores foi possível graças à parceria entre o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e a Fundação Itaú Social. O objetivo é estimular a leitura ainda na primeira infância e fortalecer as ações do programa Criança Feliz. 

Laudie conta que o hábito da leitura é raro em casa e acredita que o manuseio dos livros em conjunto com as atividades no Cras pode ajudar a despertar na filha o gosto pela atividade.

SONORA LAUDIE NASCIMENTO SANTOS

LOC: Toda a comunidade poderá utilizar os livros que irão compor as bibliotecas dos Centros de Referência de Assistência Social. Ficará a cargo da gestão das unidades definir a melhor forma de utilizar o acervo. Para o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, os livros oferecem um novo horizonte para crianças e jovens./

SONORA ALBERTO BELTRAME - MINISTRO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL

LOC: De acordo com a gerente de Fomento da Fundação Itaú Social, Camila Feldberg, o mais importante é oferecer literatura de qualidade para crianças. A expectativa é que os visitadores do Criança Feliz e os profissionais do Centro de Referência utilizem o livro como ferramenta para potencializar as atividades./

SONORA CAMILA FELDBERG - GERENTE DE FOMENTO DA FUNDAÇÃO ITAÚ SOCIAL

LOC:O programa é coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e mais de 267 mil crianças e gestantes estão sendo acompanhadas. O público-alvo são gestantes e crianças de até 3 anos beneficiárias do Bolsa Família, e de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada, o BPC.//

Reportagem, Pamela Santos