Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2018 > Julho > Cisternas escolares mudam a vida de 506 mil estudantes no Semiárido

Cisternas escolares mudam a vida de 506 mil estudantes no Semiárido

publicado  em 05/07/2018 19h30
Agência MDS - Release Radio - 05/07/2018 - Cisternas escolares mudam a vida de <br /> 506 mil estudantes no Semiárido

 

LOC: A Maria de Fátima da Costa conhece bem o poder transformador da água./ Desde criança, a sertaneja sente na pele os efeitos da seca./ Como professora, ensina aos alunos o valor desse bem tão precioso./ Na escola municipal Maria Cardoso de Almeida, zona rural do município de São Bentinho, na Paraíba, professores e alunos já sofreram muito com a falta d’água. / Mas isso mudou./ Há um ano e meio, a escola foi uma das 5.954 no Brasil que receberam uma cisterna, beneficiando 506 mil estudantes./ Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e executado em parceria com Estados, consórcios públicos de municípios e entidades privadas sem fins lucrativos, o programa Cisternas oferece água para consumo humano, produção de alimentos das famílias do campo e escolas./

A professora lembra que a água só chegava à escola no lombo de jumentos, em baldes, trazida do rio pelos funcionários./ Agora, a cisterna de 52 mil litros oferece água para manter o funcionamento da escola por até 8 meses./ Orgulhosa, Maria de Fátima fala sobre o poder transformador da água não só na escola, mas em toda comunidade./

SONORA Maria de Fatima da Costa – professora

LOC:O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Aparecida atua em 28 municípios no Alto Sertão paraibano e implementou 229 cisternas em escolas rurais da região e mais de 11 mil cisternas de primeira água./ A coordenadora Maria Aparecida de Souza, diz que a cisterna vai além de oferecer água de qualidade para os alunos, funciona como elemento pedagógico de ensino.//

SONORA Maria Aparecida Ferreira de Souza – coordenadora STR Aparecida

LOC:Nos últimos anos, o programa atendeu 1 milhão e 300 mil famílias com cisternas de primeira água e 190 mil para produção de alimentos, no total de 1 milhão de tecnologias executadas. / Trinta milhões e meio de reais foram repassados em 2018 para a construção de cisternas./

Para o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, além de oferecer água de qualidade para o consumo, a cisterna também promove o cuidado com a saúde das crianças.//

SONORA Alberto Beltrame – ministro do Desenvolvimento Social

LOC:O Programa Cisternas tem como objetivo promover o acesso à primeira água, destinada ao consumo humano; à segunda água, que é utilizada na produção de alimentos de famílias de baixa renda que sofrem com a seca ou falta regular de acesso à água; e água nas escolas, garantindo a segurança alimentar e nutricional das pessoas beneficiadas.

Reportagem, Carolina Graziadei