Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2018 > Fevereiro > Período de adesão ao Criança Feliz está aberto e 149 municípios já solicitaram a participação

Período de adesão ao Criança Feliz está aberto e 149 municípios já solicitaram a participação

publicado  em 01/03/2018 11h44
Período de adesão ao Criança Feliz está aberto e 149 municípios já solicitaram a participação

 

LOC: O Criança Feliz está em expansão e avança pelo país. Desde a abertura do novo período para adesões, 149 prefeituras preencheram o termo de aceite disponível no site do Ministério do Desenvolvimento Social e solicitaram a participação. Outros municípios que cumprem os requisitos para participar, mas ainda não entraram no programa, têm até o dia 30 de junho para integrarem as ações voltadas para o desenvolvimento infantil. Um dos novos municípios é Matipó, em Minas Gerais, onde a secretária municipal de Assistência Social, Erlaine Inácio, realizou o pedido de adesão e, agora, aguarda o início das atividades.

SONORA ERLAINE INACIO

LOC: O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, destaca que a ampliação do Criança Feliz garante o atendimento às crianças e famílias mais vulneráveis do Brasil e que o início da vida é a fase mais importante para o desenvolvimento humano.

SONORA OSMAR TERRA

LOC: Para integrar o programa, o município deve ter ao menos um Centro de Referência de Assistência Social com registro no Cadastro Nacional do Sistema Único de Assistência Social e, no mínimo, 140 pessoas do público prioritário do programa. Após o preenchimento do termo de adesão disponível no site do Ministério do Desenvolvimento Social - http://www.mds.gov.br -, a participação no Criança Feliz deve ser aprovada no Conselho Municipal de Assistência Social. De acordo com a diretora da Atenção à Primeira Infância do Ministério do Desenvolvimento Social, Ely Harasawa, o programa está sendo fortalecido para chegar ao maior número possível de lares.

SONORA ELY HARASAWA

LOC: Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social, o Criança Feliz atende a gestantes e crianças de 0 a 3 anos beneficiárias do Bolsa Família e de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada, o BPC, e aquelas afastadas do convívio familiar por medidas protetivas.

Reportagem, Diego Queijo