Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2018 > Dezembro > Programa de Campo Largo auxilia catadores de reciclagem a gerar renda e melhorar de vida

Programa de Campo Largo auxilia catadores de reciclagem a gerar renda e melhorar de vida

publicado  em 17/12/2018 15h22
Agência MDS - Release Radio - 26/11/2018 - Aplicativo Meu CadÚnico já soma mais de 66 mil instalações

 

LOC: Na primeira matéria da série de reportagens sobre inclusão produtiva, vamos falar sobre a iniciativa de Campo Largo, região metropolitana de Curitiba, no Paraná. O Programa Elos da Sustentabilidade está conseguindo retirar os catadores de reciclagem do trabalho insalubre das ruas, organizando os trabalhadores em associações./

É o caso da Cláudia Márcia Moreira de França, de 45 anos, que encontrou na reciclagem uma forma de sustentar as duas filhas. Os materiais eram coletados nas ruas de Campo Largo e reunidos em sua casa. Com o tempo, a vizinhança se juntou ao trabalho. O esforço de Cláudia se transformou no sustento de outros 15 trabalhadores. Foi assim que, em 2005, surgiu a Associação de Reciclagem Lutar e Vencer, a ARLeV.

Com o apoio do Programa Elos da Sustentabilidade, a ARLeV conseguiu se regularizar e tudo começou a mudar. Em 2017, o grupo alugou um local e passou a receber diretamente da empresa de coleta de lixo os materiais recicláveis. A armazenagem também começou a ser feita de forma correta. Cláudia relata que o suporte da prefeitura ao programa foi indispensável./ 

SONORA CLAUDIA MÁRCIA MOREIRA DE FRANÇA

LOC: O Programa Elos da Sustentabilidade nasceu em 2006. A iniciativa se tornou um modelo para outros municípios do estado que ainda estão organizando as associações de catadores. A atuação desses recicladores retira dos aterros sanitários 187 toneladas de material reciclável por mês. Atualmente, o programa atende a quatro associações e 57 catadores. Para a coordenadora técnica ambiental do programa, Walquiria Menna, a iniciativa já rende bons frutos./

SONORA WALQUIRIA MENNA

LOC: O programa atua ainda em outras frentes, como a capacitação profissional dos catadores, a educação ambiental da comunidade e o atendimento socioassistencial. Ações como a inclusão no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal ou os Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vinculo foram levados para dentro dos barracões de reciclagem./

Assim como o Elos da Sustentabilidade, o Ministério do Desenvolvimento Social atua na inclusão produtiva para auxiliar as famílias de baixa renda com o Plano Progredir. O apoio de outras ações, como a de Campo Largo, resulta em mais oportunidades para a população, como explica o secretário de Inclusão Social e Produtiva, Vinicius Botelho./ 

SONORA VINICIUS BOTELHO

LOC: O Progredir conta com assistência técnica para microempreendedores individuais ou pessoas com potencial para empreender em todo o país, além de ações de inclusão digital, educação financeira e vagas em cursos profissionalizantes. Para saber mais acesse o portal do Ministério do Desenvolvimento Social, no endereço mds.gov.br/assuntos/progredir./

Reportagem, Pamela Santos