Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2018 > Agosto > Creas atende quem teve direitos violados ou está em situação de risco social

Creas atende quem teve direitos violados ou está em situação de risco social

publicado  em 10/08/2018 17h53
Agência MDS - Release Radio - 13/03/2018 - Bolsa Família registra melhor resultado no acompanhamento da condicionalidade de saúde

 

LOC: É no Centro de Referência Especializado de Assistência Social, o Creas, onde as pessoas em situação de risco social ou que tiveram seus direitos violados são atendidas. A unidade do Sistema Único de Assistência Social, o Suas, busca recuperar o convívio social e ajudar na reconstrução dos laços familiares em casos de violência doméstica, trabalho infantil, abandono, situação de rua ou descriminação por orientação sexual ou racial.

Ao ser atendido, o cidadão é orientado e encaminhado para a assistência social ou demais serviços públicos existentes no município, como de saúde e educação, entre outros. A equipe também auxilia com informações e orientações jurídicas, acesso à documentação pessoal e suporte à família, com assistentes sociais, psicólogos, terapeutas e outros profissionais. A quantidade de funcionários de cada unidade depende da gestão, do tamanho do município e das especificidades do território.

Muitas vezes, a população confunde o Creas com o Centro de Referência de Assistência Social, o Cras. A técnica de serviços especializados para famílias e indivíduos do Ministério do Desenvolvimento Social, Márcia Viana, explica a diferença entre o Cras e o Creas./ 

SONORA MÁRCIA VIANA – TÉCNICA DA COORDENAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA FAMÍLIAS E INDIVÍDUOS

LOC: Os serviços do Creas são gratuitos e disponíveis para qualquer cidadão. Ao todo, existem mais de 2 mil e 600 unidades em todo o Brasil./

Reportagem, Pamela Santos