Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2018 > Agosto > Brasil e FAO avaliam parceria para o combate à fome e insegurança alimentar

Brasil e FAO avaliam parceria para o combate à fome e insegurança alimentar

publicado  em 29/08/2018 18h40
Agência MDS - Release Radio - 13/03/2018 - Bolsa Família registra melhor resultado no acompanhamento da condicionalidade de saúde

 

LOC: Discutir estratégias de prevenção e combate ao sobrepeso e à obesidade, além de políticas de abastecimento de alimentação saudável e regulação de alimentos, como rotulagem e publicidade infantil, foram os objetivos da Oficina promovida pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), nesta quarta-feira, em Santiago, no Chile. O ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, participou do encontro para avaliar os resultados do acordo de cooperação com a FAO. Por meio da parceira, experiências adquiridas em políticas brasileiras – como o Bolsa Família, os programas de Aquisição de Alimentos (PAA) e de Alimentação Escolar (PNAE), e o de Cisternas – são repassadas para outros países da América Latina e Caribe./

Beltrame afirmou que a cooperação internacional obteve bons resultados e que a parceria deve ser renovada. O ministro também destacou a importância de fortalecer o diálogo na luta contra a obesidade, porque mais de 50% da população está acima do peso./

SONORA ALBERTO BELTRAME - MINISTRO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL

LOC: A secretária nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Lilian Rahal, também participou do encontro no Chile. Ela disse que os países vizinhos já estão executando ações baseadas nas políticas brasileiras./

SONORA LILIAN RAHAL - SECRETÁRIA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL

LOC: O Brasil e a FAO também têm parceria em projetos voltados para alimentação escolar, apoio às estratégias de segurança alimentar e nutricional, diálogo com a sociedade civil, políticas agroambientais, entre outros./

O ministro Alberto Beltrame também se reuniu com o ministro da saúde do Chile, Emilio Santelices Cuevas. Ficou acertado o envio de uma missão de profissionais do programa Criança Feliz ao Chile para a troca de experiências. Hoje, o país tem seu próprio programa de atenção à primeira infância, chamado de Chile Crece Contigo.//

Reportagem, Pamela Santos