Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2018 > Abril > Criança Feliz ultrapassa a marca de 2 mil municípios com visitas domiciliares

Criança Feliz ultrapassa a marca de 2 mil municípios com visitas domiciliares

publicado  em 23/04/2018 15h07
Agência MDS - Release Radio - 13/03/2018 - Bolsa Família registra melhor resultado no acompanhamento da condicionalidade de saúde

 

LOC: A dona de casa Gemima Aires Corado, de 37 anos, não poupa elogios ao falar da filha. Geovana Lucena Corado, de 5 anos, já consegue se comunicar, sorrir e está mais independente. Uma conquista. Logo que nasceu, a menina foi diagnosticada com problemas neurológicos que comprometeram seu desenvolvimento psicomotor. Mas há cinco meses uma revolução está acontecendo na casa da família./ A Geovana passou a ser acompanhada pelo Criança Feliz e com o apoio do programa, a pequena está fazendo grandes progressos./

A família mora em Tocantins e com toda a atenção voltada para os cuidados da menina, Gemima não consegue trabalhar. Os gastos da filha são pagos graças ao Benefício de Prestação Continuada, o BPC, além dos 163 reais que recebe do Bolsa Família. Gemima contou que o Criança Feliz transformou a filha. Hoje, ela é uma criança que está se desenvolvendo melhor e que reage bem aos estímulos que a visitadora ensinou à família./ /

SONORA GEMIMA AIRES CORADO

LOC: É para ajudar famílias como a de Gemima que o governo federal criou o Criança Feliz. A estratégia já alcançou 2.017 municípios com visitas domiciliares semanais. O programa que nasceu para colocar em prática os cuidados estabelecidos pelo Marco Legal da Primeira Infância, hoje atende a mais de 262 mil crianças e gestantes. O ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, afirmou que o governo federal está trabalhando para que mais famílias sejam integradas ao Criança Feliz e comemorou o avanço do programa./

SONORA ALBERTO BELTRAME

LOC: Com ações intersetoriais, os beneficiários do Criança Feliz contam com atendimentos nas áreas da saúde, assistência social, cultura, educação e de garantia de direitos. Além disso, o Ministério do Desenvolvimento Social vem fazendo parcerias com entidades públicas e organismos internacionais para ampliar e melhorar o programa./ 

De acordo com a diretora-executiva da Agência de Notícias dos Direitos da Infância, a Andi, Mirian Praguita, o Criança Feliz chama atenção pela velocidade de expansão e abrangência do programa, que já está levando o atendimento preconizado pelo Marco Legal da Primeira Infância para todas as regiões do Brasil./

SONORA MIRIAN PRAGUITA

LOC:As famílias do Criança Feliz são acompanhadas semanalmente pelos visitadores do programa. Os beneficiários são crianças do programa Bolsa Família desde a gestação até os três anos. As crianças que recebem o Benefício de Prestação Continuada, o BPC, são acompanhadas até os seis anos.//

Reportagem, Pamela Santos