Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Setembro > Aeronáutica e Exército abrem chamadas públicas para compra de alimentos da agricultura familiar

Aeronáutica e Exército abrem chamadas públicas para compra de alimentos da agricultura familiar

publicado  em 01/09/2017 10h00
Agência MDS - Release Radio - 01/09/2017 - Aeronáutica e Exército abrem chamadas públicas para compra de alimentos da agricultura familiar

 

LOC: Agricultores familiares do Ceará, Espírito Santo e Minas Gerais terão boas oportunidades de negócios. A Aeronáutica e o Exército vão investir 724 mil reais para a aquisição de produtos da agricultura familiar. São quatro editais abertos para a compra de alimentos como frutas, hortaliças, carnes e farinhas por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social./ Esta é a primeira chamada pública da Aeronáutica na região Nordeste. O agricultor familiar de Banabuiú, no Ceará, Francisco Sérgio de Almeida, de 38 anos, já está se preparando para participar da chamada pública do Grupamento de Apoio da Força Aérea de Fortaleza. Ele planta hortaliças, milho e feijão, e também produz queijos. Para seu Francisco, o mercado criado pelo PAA mostra como o programa é importante./

Sonora FRANCISCO SÉRGIO DE ALMEIDA


LOC: As outras três chamadas públicas são do Exército para a compra de produtos como frutas, legumes, hortaliças, feijão, farinha de mandioca, queijos, iogurte e café. No Espírito Santo, o 38º Batalhão de Infantaria do Exército vai investir 271 mil reais. O prazo para participar da chamada pública termina no dia 5 de setembro. Em Minas Gerais, o processo de compras está aberto para o 14º Grupo de Artilharia de Campanha de Pouso Alegre. Serão 35 mil reais para a compra de alimentos para o Programa Forças no Esporte. Também em Minas Gerais, o 55º Batalhão de Infantaria vai comprar 87,5 mil reais em produtos da agricultura familiar./ De acordo com o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social, Caio Rocha, a compra dos alimentos da agricultura familiar tem um papel essencial para fortalecer os pequenos produtores e o mercado da região./

Sonora CAIO ROCHA


LOC: A legislação determina que pelo menos 30% dos alimentos adquiridos para abastecer órgãos federais venham da agricultura familiar. O Ministério do Desenvolvimento Social está trabalhando para que mais órgãos públicos comprem dos pequenos produtores. Para saber mais sobre as chamadas públicas abertas em todo o país, é só acessar o portal www.comprasagriculturafamiliar.gov.br/

Reportagem, Pamela Santos

Ouça aqui (3'23)