Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Outubro > Visitadores e visitadoras do Criança Feliz promovem elo dos mais carentes com serviços públicos

Visitadores e visitadoras do Criança Feliz promovem elo dos mais carentes com serviços públicos

publicado  em 04/10/2017 17h33
Agência MDS - Release Radio - 04/10/2017 - Visitadores e visitadoras do Criança Feliz promovem elo dos mais carentes com serviços públicos

 

LOC: É no contato direto com as famílias que o Criança Feliz estimula o desenvolvimento infantil - sempre respeitando as características e a cultura local./ O atendimento é feito por mais de mil visitadores e visitadoras./ Esses profissionais foram preparados ao longo dos últimos meses e, agora que o programa completa um ano, já estão em atuação em 636 cidades de todos os Estados./ Números que crescem a cada dia./

Nas visitas às famílias, os profissionais orientam os pais sobre a maneira adequada de promover o desenvolvimento dos filhos./ Mostram que brincar, ler, dar atenção e carinho para a criança são atitudes que terão impactos positivos no futuro./

Em Itaporanga d’Ajuda, interior de Sergipe, a visitadora Elijoice dos Santos atende semanalmente 23 crianças e 6 gestantes./ Além de mudar a realidade dessas famílias, o Criança Feliz também mudou a vida da própria visitadora, que se emociona ao falar sobre o trabalho./

Sonora ELIJOICE SANTOS


LOC: Na cidade, as visitas começaram há pouco mais de um mês. E os resultados já aparecem./ Um orgulho para Elijoice./

Sonora ELIJOICE SANTOS


LOC: Em Marataízes, no litoral sul do Espírito Santo, a visitadora Taiane Batista vê no programa uma chance de mudar a realidade das famílias e da comunidade

Sonora TAIANE BATISTA


LOC: Para chegar a esse objetivo, os visitadores aplicam técnicas que se baseiam em uma metodologia elaborada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância, o UNICEF, e pela Organização Mundial da Saúde. O objetivo é estimular o desenvolvimento físico, cognitivo e afetivo das crianças. Em Pacatuba, Sergipe, a supervisora do Criança Feliz, Suzana da Silva, explica que os visitadores foram preparados para atender as necessidades das famílias respeitando a autonomia, a cultura e os direitos delas./

Sonora SUZANA DA SILVA


LOC: Suzana acrescenta que os visitadores do programa também terão o papel de aproximar as famílias dos serviços públicos./

Sonora SUZANA DA SILVA


LOC: O Criança Feliz reúne ações nas áreas de saúde, assistência social, cultura, educação e garantia de direitos./ Em todo o país, 2.615 municípios já aderiram ao programa./ Serão acompanhadas as crianças beneficiárias do Bolsa Família até os três anos e as de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada, o BPC./ Até 2018, o governo federal pretende atender cerca de quatro milhões de crianças e gestantes em todo o país./

Reportagem, Diego Queijo