Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Outubro > Oficinas regionais promovem o fortalecimento do sistema de segurança alimentar e nutricional

Oficinas regionais promovem o fortalecimento do sistema de segurança alimentar e nutricional

publicado  em 26/10/2017 18h27
Agência MDS - Release Radio - 26/10/2017 - Oficinas regionais promovem o fortalecimento do sistema de segurança alimentar e nutricional

 

LOC: Promover a troca de experiências e melhorar práticas realizadas para garantir alimentação adequada à população são os principais objetivos da oficina regional do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, o Sisan, que ocorre em Manaus, capital do Amazonas, nesta quinta e sexta-feira./ O trabalho cumpre papel fundamental para o fortalecimento do Sistema, conscientizando e mobilizando gestores federais, estaduais e municipais, além de representantes da sociedade civil, para que elaborem ações que garantam a segurança alimentar e nutricional da população./ A oficina se soma a outras quatro já realizadas ao longo do ano nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste./

O coordenador-geral de apoio à implantação e gestão do Sisan, do Ministério do Desenvolvimento Social, Élcio Magalhães, afirma que os encontros realizados até o momento trouxeram resultados muito positivos./

Sonora Élcio Magalhães - coordenador-geral de apoio à implantação e gestão do Sisan


LOC: Para a coordenadora da área de segurança alimentar e nutricional do município catarinense de Joinville, Edina Acordi, as oficinas regionais são o principal meio para troca de experiências e promovem o diálogo entre as outras políticas públicas envolvidas com a segurança alimentar da população.//

Sonora Edina Acordi - coordenadora da área de segurança alimentar e nutricional de Joinville


LOC: Até agora, 276 municípios aderiram ao Sisan, além dos 26 Estados e do Distrito Federal./ As prefeituras que desejam participar devem instituir um conselho para discutir todas as ações, planos e metas de segurança alimentar e nutricional com a sociedade civil, além de promoverem a criação de uma câmara intersetorial e a elaboração de um Plano de Segurança Alimentar e Nutricional./ A adesão ao Sisan facilita o acesso a recursos e programas federais, como, por exemplo, o Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA, e o Programa Nacional de Alimentação Escolar, o Pnae.//

Reportagem, Carolina Graziadei