Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Outubro > Exército está com chamada pública aberta para aquisição de alimentos em Roraima e Pernambuco

Exército está com chamada pública aberta para aquisição de alimentos em Roraima e Pernambuco

publicado  em 05/10/2017 18h27
Agência MDS - Release Radio - 05/10/2017 - Exército está com chamada pública aberta para aquisição de alimentos em Roraima e Pernambuco

 

LOC: Unidades do Exército em Roraima e Pernambuco estão com chamadas públicas abertas para a compra de alimentos dos agricultores familiares. No total, serão investidos mais de três milhões e 400 mil reais por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social./ O agricultor Eurites Rosa da Silva, de 68 anos, morador do interior de Boa Vista, em Roraima, está se preparando para participar da chamada./ Ele afirma que este programa do governo federal é importante porque dá segurança de venda aos produtores regionais e, ao mesmo tempo, garante preço justo.

Sonora Eurites Rosa da Silva- Agricultor familiar


LOC: No Estado de Pernambuco, o Centro de Preparação de Oficiais da Reserva do Recife vai investir 151 mil reais na compra de frutas, legumes, leite, feijão, arroz, carne e frango. Em Roraima, o Sétimo Batalhão de Infantaria vai investir três milhões e 300 mil reais na compra de produtos dos pequenos produtores. Para o comandante da unidade, tenente coronel Roberto Julian da Silva Graça, o programa contribui para o desenvolvimento da economia local e garante alimentos de boa qualidade.

Sonora Roberto Julian da Silva Graça- Tenente Coronel.- Comandante do 7º Batalhão de Infantaria de Roraima


LOC: Para o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social, Caio Rocha, o governo federal está trabalhando para assegurar o fortalecimento da agricultura familiar./ Segundo ele, o mercado de compras institucionais tem papel importante para a manutenção das famílias de agricultores no campo./

Sonora Caio Rocha


LOC: O prazo para envio das propostas e dos documentos de habilitação vai até o dia 16 de outubro. A legislação determina que pelo menos 30% dos alimentos adquiridos para abastecer órgãos federais venham da agricultura familiar. Para saber mais sobre as chamadas públicas abertas em todo o país, é só acessar o portal www.comprasagriculturafamiliar.gov.br

Reportagem, Roberto Rodrigues