Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Outubro > Estados e municípios devem preencher o Censo Suas

Estados e municípios devem preencher o Censo Suas

publicado  em 26/10/2017 18h17
Agência MDS - Release Radio - 26/10/2017 - Estados e municípios devem preencher o Censo Suas

 

LOC: Segue aberto, até o próximo dia 10 de novembro, o prazo para preenchimento do Censo do Sistema Único de Assistência Social , o Censo Suas. É necessário que municípios e estados cadastrem as informações sobre os Centros de Convivência e os Centros de Referência da Assistência Social, os Cras. O levantamento é aplicado todos os anos pelo Ministério do Desenvolvimento Social. No Censo Suas, os gestores, coordenadores e conselheiros preenchem dados relacionados à gestão e financiamento das ações, equipamentos, recursos humanos, serviços e participação social das unidades públicas e da Rede Socioassistencial Privada.

Todos os questionários já estão disponíveis para o cadastro. A data de encerramento da entrega de informações para cada tipo de unidade ou de serviço segue um cronograma. As informações podem ser acessadas no portal www.mds.gov.br, na aba Assistência Social. De acordo com o coordenador-geral da Vigilância Socioassistencial do Ministério do Desenvolvimento Social, Marcos Maia, o preenchimento dos questionários é um importante instrumento de apoio para estados e municípios no planejamento e na melhoria da gestão das políticas sociais.

Sonora MARCOS MAIA


LOC: Segundo a coordenadora do Sistema Único de Assistência Social (Suas) no município de Babaçulândia, em Tocantins, Estela Barros da Silva, o acompanhamento por meio do Censo tem ajudado a atual gestão.

Sonora ESTELA BARROS DA SILVA


LOC: Também já está disponível a versão eletrônica do Censo Suas de 2015. É um panorama sobre a oferta de serviços da assistência social disponíveis em todo o país, com gráficos e informações para facilitar a leitura e a utilização dos dados levantados. Além disso, é possível acessar a série histórica do Censo, possibilitando uma análise da evolução nos últimos anos. As informações também estão no portal do ministério: www.mds.gov.br.

Reportagem, André Luiz Gomes