Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Novembro > Exército abre mais chamadas para compra de alimentos de agricultores familiares

Exército abre mais chamadas para compra de alimentos de agricultores familiares

publicado  em 03/11/2017 17h37
Agência MDS - Release Radio - 25/01/2017

 

LOC: Agricultores familiares de Minas Gerais, Alagoas e Rio Grande do Sul têm boas chances de ampliar a renda e garantir preço justo para seus produtos./ Unidades do Exército nestes três Estados estão com chamadas públicas abertas para comprar alimentos produzidos pelos agricultores./ Ao todo, serão investidos cerca de 380 mil reais por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social./ O agricultor Roberto Luiz Balen, morador da cidade de Aratiba, no Rio Grande do Sul, produz  frutas, legumes e hortaliças. Ele está se preparando para participar desta chamada no Estado./ O agricultor diz que as compras institucionais dão segurança para quem vive do trabalho no campo.
 
SONORA : Roberto Luiz Balen Agricultor familiar
 
LOC: No Estado de Minas Gerais, a chamada pública é da 4ª Brigada de Infantaria Leve, conhecida como Brigada 31 de Março, que vai investir 23 mil reais na compra de frutas e legumes. Já no Estado de Alagoas é o 59º Batalhão de Infantaria Motorizado, que vai investir 346 mil e 700 reais na compra de itens como frutas, legumes, farinhas e carnes. E no Rio Grande do Sul, o 6º Grupo de Artilharia de Campanha Grupo Marques de Tamandaré vai comprar frutas e legumes com investimento de 17 mil e 300 reais. O segundo tenente Elvio Cassimiro Doss, responsável pela área de compras da brigada, afirma que o programa contribui para o desenvolvimento local, além  de garantir alimentos frescos e de boa qualidade para alimentação dos militares./
 
SONORA: Elvio Cassimiro Doss Segundo Tenente
 
LOC: Segundo a coordenadora-geral  de Aquisição e Distribuição de Alimentos do Ministério do Desenvolvimento Social, Hetel Santos, o governo está trabalhando para assegurar o fortalecimento da agricultura familiar, gerando renda e inclusão social./
 
SONORA: Hetel Santos- Coordenadora-Geral  de Aquisição e Distribuição de Alimentos
 
LOC: O prazo para o envio das propostas e dos documentos de habilitação vai até o dia 7 no Rio Grande do Sul. Já em Alagoas, é até dia 9, e em Minas Gerais, até dia 16 deste mês. A legislação determina que pelo menos 30% dos alimentos adquiridos para abastecer órgãos federais venham da agricultura familiar. Para saber mais sobre as chamadas públicas abertas no país é só acessar o portal www.comprasagriculturafamiliar.gov.br
 
Reportagem: Roberto Rodrigues
 

Ouça aqui (4:16)