Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Março > Seminário internacional discute proteção social das famílias da Amazônia

Seminário internacional discute proteção social das famílias da Amazônia

publicado  em 23/03/2017 18h00
Documento sem título


 

LOC: Conhecer as necessidades da população em situação de vulnerabilidade social que vive na Região Amazônica – como ribeirinhos, extrativistas e comunidades indígenas – e buscar soluções para os problemas sociais enfrentados por esses povos./ Este é o objetivo do Seminário internacional Pan-Amazônico, que vai reunir representantes de 9 países em Belém, no Pará, a partir da próxima semana./

O evento vai promover a troca de experiências e soluções para os desafios de atendimento da assistência social às comunidades da região.

Para o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, as ações de desenvolvimento humano precisam ser construídas em conjunto.

TEC SONORA MINISTRO OSMAR TERRA

LOC: A secretária Nacional de Assistência Social, Carminha Brant, destacou que as dificuldades em relação à locomoção serão um dos principais pontos discutidos durante o seminário. Para ela, o diálogo envolvendo os nove países é um avanço para a proteção social na região.

TEC CARMINHA BRANT

LOC: O seminário, que é promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário em parceria com organismos internacionais, segue até sexta-feira, dia 31. Especialistas e gestores da área de assistência social do Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Peru, República da Guiana, Suriname e Venezuela participarão das discussões. Também estarão no evento pesquisadores e representantes de povos e comunidades tradicionais, além de movimentos sociais.

Ao final do seminário, será assinada a Carta de Belém. Entre diversas recomendações, o documento apontará os compromissos dos países para promover a justiça social, igualdade, proteção social e o uso sustentável dos recursos naturais da região.

Reportagem, André Luiz Gomes