Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Março > Encontro internacional debate proteção social das famílias da Amazônia

Encontro internacional debate proteção social das famílias da Amazônia

publicado  em 27/03/2017 18h36
Documento sem título


 

LOCDebater dificuldades e compartilhar estratégias de cuidado e oferta de serviços para os povos que vivem na Amazônia. Este é o objetivo do Seminário Pan-Amazônico de Proteção Social, promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, que começou nesta segunda-feira em Belém, no Pará. É o maior encontro internacional já realizado para discutir e promover a assistência social para estas populações que vivem em regiões de floresta e enfrentam problemas comuns como a dificuldade de locomoção e acesso. Mais de 220 gestores públicos, acadêmicos e representantes destes povos e comunidades, do Brasil e outros 6 países são esperados. Na abertura do seminário, o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, destacou que a integração entre os países é o caminho para a construção de uma agenda conjunta de desenvolvimento.//

TEC SONORA MINISTRO OSMAR TERRA

LOC: A secretária Nacional de Assistência Social, Carminha Brant, destacou que as dificuldades em relação à locomoção serão um dos principais pontos discutidos durante o seminário. Para ela, o diálogo envolvendo os nove países é um avanço para a proteção social na região.

TEC CARMINHA BRANT - SECRETÁRIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

LOC: O governador do Pará, Simão Jatene, comemorou a realização do evento e afirmou que acredita que os avanços na área social dependem da união e colaboração de todos.

TEC SIMÃO JATENE - GOVERNADOR DO PARÁ

LOC: Representantes da Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Peru e República da Guiana devem participar das discussões./ No encerramento do evento, na próxima sexta-feira, será assinado um acordo em que os participantes se comprometem a realizar uma nova edição do seminário no ano que vem. Também será firmada a carta de Belém pela proteção social na Amazônia. O documento é um protocolo de intenções no qual os países da região afirmam o compromisso com a promoção da proteção social dos povos./ O Seminário Pan-Amazônico é promovido pelo governo federal em parceria com o Banco Mundial, Unesco, Agência Alemã de Cooperação Internacional, Marinha do Brasil, governo do Pará e prefeituras de Belém, Barcarena e Acará.//

Reportagem, Carolina Graziadei