Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Maio > Piauí formaliza adesão ao Programa Criança Feliz

Piauí formaliza adesão ao Programa Criança Feliz

publicado  em 12/05/2017 12h51
Piauí formaliza adesão ao Programa Criança Feliz


 

LOC: O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário oficializou, nesta quinta-feira, a adesão do Piauí ao Programa Criança Feliz./ O lançamento ocorreu na capital, Teresina, e contou com a presença do secretário Nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano, Halim Girade./

173 municípios piauienses já aderiram ao Criança Feliz./ Nesta primeira fase, 22 mil famílias serão atendidas no Estado./ Em Teresina, serão quase 2 mil famílias./ O governo federal repassou mais de 1 milhão de reais para a implementação do programa no Estado./ Segundo o secretário Halim Girade, o programa fará com que as crianças se tornem adultos mais preparados para a vida. //

TEC SONORA HALIM GIRADE - SECRETÁRIO NACIONAL DE PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO HUMANO

LOC: O secretário de Assistência Social e Cidadania do estado, José Ribamar Santana, destacou que o programa irá trazer resultados significativos para o futuro das crianças atendidas.//

TEC SONORA JOSÉ RIBAMAR SANTANA – SECRETÁRIO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA

LOC: No evento, a vice-governadora Margarete Coelho fez a entrega das chaves de um micro-ônibus que irá auxiliar na execução do programa./ Em todo o país, 2.547 municípios já aderiram ao Criança Feliz./ O programa terá como ponto central a visitação domiciliar./ Técnicos capacitados irão até a casa das famílias para mostrar aos pais a maneira adequada de estimular o desenvolvimento dos filhos, principalmente nos primeiros mil dias de vida da criança./ Pesquisas mostram que crianças bem cuidadas chegam à escola com melhores condições de aprendizado, estudam mais e são menos violentas./ Serão acompanhadas pelo programa as crianças beneficiárias do Bolsa Família até os três anos de idade e aquelas que recebem o Benefício de Prestação Continuada, o BPC, até os seis anos.//

Reportagem, Carolina Graziadei