Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Maio > MDSA e prefeitura de Porto Alegre discutem estratégias para o tratamento de dependentes químicos

MDSA e prefeitura de Porto Alegre discutem estratégias para o tratamento de dependentes químicos

publicado  em 26/05/2017 18h00
Forças Armadas abrem chamadas públicas para compra de alimentos da agricultura familiar


 

LOC: Quatro unidades das Forças Armadas, localizadas no Ceará, Rio Grande do Sul e Amazonas, abriram chamadas públicas para comprar produtos da agricultura familiar./ Juntas, elas investirão mais de cinco milhões e meio de reais na compra de frutas, legumes, verduras e muitos outros alimentos./ A iniciativa é parte do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA, do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário.//

A maior chamada foi aberta pelo Comando da 10ª Região Militar, em Fortaleza./ A unidade do Exército espera comprar 775 toneladas de hortifrutigranjeiros, massas, pães, biscoitos, bolos, mel, fécula de mandioca, polpas congeladas, salada de frutas e iogurte integral./ O investimento previsto é de cinco milhões de reais, e as propostas podem ser enviadas até o dia 5 de junho.// Para a coordenadora-geral de Aquisição e Distribuição de Alimentos do MDSA, Hetel Santos, a chamada tem potencial para beneficiar agricultores de toda a região Nordeste.//

TEC SONORA - coordenadora-geral de Aquisição e Distribuição de Alimentos do MDSA, Hetel Santos

LOC: LOC: Em Cruz Alta, no Rio Grande do Sul, o 29º grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado investirá R$ 267 mil reais na compra de alimentos./ As propostas podem ser enviadas até 29 de maio./ Na capital, Porto Alegre, o 8 º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado recebe, até o dia 1º de junho, propostas para a compra de R$ 65 mil reais em produtos.

A Marinha também está garantindo comida fresca e saudável no rancho dos militares./ O Centro de Intendência de Manaus, no Amazonas, vai investir R$ 259 mil na compra de legumes, frutas, verduras e polpas de frutas. Interessados podem enviar propostas até o dia 31 de maio. Mais informações sobre as chamadas públicas estão disponíveis no endereço www.comprasagriculturafamiliar.com.br

Reportagem, Mariana Moreira