Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Maio > Criança Feliz: gestores acertam a reabertura de adesões ao programa

Criança Feliz: gestores acertam a reabertura de adesões ao programa

publicado  em 03/05/2017 16h40
Criança Feliz: gestores acertam a reabertura de adesões ao programa


 

LOC: A adesão dos municípios ao Programa Criança Feliz será reaberta. A expansão do programa foi acertada nesta quarta-feira, em Brasília, por gestores do governo federal, de Estados e municípios que se reuniram na Comissão Intergestores Tripartite, a CIT.

Mais de mil e trezentos municípios poderão participar desta nova etapa de adesão ao programa. Entre eles, estão municípios que não aderiram no ano passado, além daqueles que não atendiam aos requisitos do Criança Feliz na época./ É necessário, por exemplo, que a cidade tenha ao menos um Centro de Referência de Assistência Social, um Cras, que atenda no mínimo 140 pessoas.

Segundo a secretária nacional de Assistência Social, Carminha Brant, o objetivo é atender mais de 1 milhão de crianças já neste ano.

TEC SONORA: CARMINHA BRANT

LOC: A presidente do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social, o Congemas, Vanda Anselmo dos Santos, ressaltou que a expansão é uma demanda que partiu dos próprios municípios.

TEC SONORA: VANDA DOS SANTOS

LOC: Para ser reaberto o termo de adesão, a decisão deve ser aprovada ainda pelo Conselho Nacional de Assistência Social, que se reúne nas próximas semanas.

Até o momento, 2.547 municípios aderiram ao Criança Feliz. Serão acompanhadas pelo programa as crianças beneficiárias do Bolsa Família até os três anos de idade e aquelas que recebem o Benefício de Prestação Continuada, o BPC, até os seis anos.

O programa terá como ponto central a visitação domiciliar. Técnicos capacitados irão até a casa das famílias para orientar os pais sobre a melhor forma de estimular o desenvolvimento dos filhos.

Reportagem, André Luiz Gomes